Wall Street leva o preço do Bitcoin à alta de 6k, diz Bloomberg

Wall Street está levando ao aumento de preço do Bitcoin deste mês de acordo com a Bloomberg, mesmo quando o Goldman Sachs ainda escolhe ouro em detrimento à cripto.

Em comentários na Bloomberg TV, o analista da publicação, Edward Robinson, disse que os clientes de banco estão "batendo à porta" depois de ver gráficos que mostram o crescimento do Bitcoin em 2017. Ele comentou:

"Eu acho que Wall Street pode realmente ser responsabilizada por conduzir assim o preço, porque é em cada anúncio de que Wall Street está pensando em abraçar o Bitcoin como uma nova classe de ativos que começamos a ver esse aumento".

O debate sobre a atratividade do Bitcoin versus metais preciosos enquanto isso está se tornando uma preocupação para o grande banco de investimentos Goldman Sachs.

Depois que seu CEO sugeriu uma abordagem de mente aberta à cripto no início deste mês, os analistas do gigante ainda disseram que os ativos tradicionais ainda eram "importantes ... apesar da falta de rendimento".

"Eles não são nem um acidente nem uma relíquia histórica", acrescentaram Jeffrey Currie e Michael Hinds.

Outras teorias que explicam a rápida apreciação do Bitcoin em direção aos US $ 6.000 em outubro são mais reacionárias. Os próximos dois hard forks da rede, Bitcoin Gold e SegWit2x, deverão produzir uma volatilidade significativa dos preços de forma semelhante ao Bitcoin Cash de julho.

No entanto, os analistas do espaço de criptomoeda permaneceram amplamente otimistas à medida que o impacto da China diminuiu, prevendo um preço sólido de US $ 6.000 até o final do ano e significativamente mais no curto prazo.


Siga-nos no Facebook