"Volume de negociação de Bitcoin está muito baixo" aponta novo relatório da Arcane Research

Apesar da alta no preço do Bitcoin nos primeiros dias de 2020, dados de um novo relatório da Arcane Research mostram que o volume de negociação do ativo digital ainda está muito baixo e sugerem cautela.

De acordo com o relatório, entusiastas e analistas de criptomoedas estão se concentrando demais no movimento de preço e não o suficiente nas transações diárias que ocorrem entre portas fechadas.

O texto ressalta que os volumes de negociação de Bitcoin são tão baixos quanto em abril do ano passado, o que poderia levar a um aumento de volatilidade:

"A volatilidade do Bitcoin em 30 dias vem se movendo para baixo ao longo da semana passada, e agora está chegando ao nível de 2,5% que foi visto durante a primeira quinzena de dezembro."

O estudo mostra que o volume diário de negociação de Bitcoin caiu quase 90% em relação à sua alta de junho de 2019 e que é mais provável que o mercado sofra alguns impactos ao longo do caminho.

A Arcane complementa:

"O volume médio real de negociação de sete dias continuou em queda nesta semana. O primeiro dia do ano registrou tão pouco quanto US$ 192 milhões em volume. Esses níveis não são vistos desde abril de 2019. Embora isso possa estar relacionado ao período de férias e a menos atividade durante os finais de semana, essa não é uma tendência positiva para a principal criptomoeda no espaço."

A empresa de investimentos em criptomoedas Bakkt também foi alvo da análise.

Segundo o texto, depois de um volume recorde logo antes do natal, o volume de contratos futuros de Bitcoin da empresa mantiveram-se estáveis nas últimas semanas.

De acordo com a Arcane Research, o volume diário de negociação de Bitcoin continuou a cair e está prestes a ser tão baixo quanto no início de 2019 - quando a moeda estava sendo negociada por cerca de US$ 3.500.

Os analistas alertam que, se isso não melhorar, poderemos ver uma alta volatilidade atingindo o espaço de criptomoedas.

Para alguns especialistas, o baixo volume sugere que o recente movimento de alta tenha mais relação com conflitos macro-econômicos do que com a performance natural do mercado do ativo digital.

Em relação à atividade do blockchain da rede Bitcoin, os números variam de acordo com o preço. O relatório afirma:

"Em termos de atividade no blockchain Bitcoin, ele tem seguindo o preço do Bitcoin. O número de transações registrou um aumento significativo durante o primeiro semestre de 2019, mas caiu de volta após o julho - terminando o ano perto de 8%. O número de endereços ativos segue a mesma tendência, encerrando o ano 16% superior ao início do ano."

Enquanto o volume de negociação de Bitcoin cai, o poder computacional da rede aumenta. Como mostrou o Cointelegraph, a rede atingiu mais uma alta histórica em seu hashrate, deixando-a mais seguro do que nunca.