Carro de corrida em Jogo virtual com Blockchain é vendido por mais de US$ 110.000

Um usuário desconhecido comprou um carro de corrida virtual que integra um jogo baseado em blockchain (a ser lançado) , F1 Delta Time, por 415.9 ether (ETH) ou US$ 110.600 no momento em que a venda foi fechada, de acordo com informações no site do jogo.

O carro de corrida virtual -  “1-1-1” - é o primeiro modelo a ser lançado e também é único, a página do leilão prometeu nunca lançar outro modelo deste. A empresa por trás do jogo, a Animoca Brands, realizou um leilão do modelo de edição limitada em éter por quatro dias, antes de vender o crypto collectible ao usuário “09E282” após receber 31 lances.

No final de março, a Animoca Brands fez uma parceria com a Fórmula 1 para criar o jogo, no qual os jogadores colecionam carros virtuais de F1 e competem uns contra os outros. De acordo com o site oficial do jogo, existem vantagens competitivas que possibilitam possuir modelos de carros particulares:

“O jogo será centrado em torno da coleção e negociação de carros, drivers e componentes exclusivos - todos eles existirão como tokens não fungíveis (NFTs ) baseados no padrão de token ERC-721. [...] Tokens são produzidos em quantidades limitadas, conforme determinado pelo seu nível de raridade, com os tokens mais raros possuindo os atributos de corrida mais impressionantes”

Os colecionáveis ​​baseados em criptomoedas são uma inovação relativamente recente, na qual as empresas usam a tecnologia blockchain para rastrear e autenticar colecionáveis ​​virtuais.

Perto do final de 2017, o popular jogo baseado em Ethereum CryptoKitties tinha vendido mais de US$ 12 milhões de seus colecionáveis, com o item mais caro no jogo atingindo mais de US$ 120.000.

Da mesma forma que o bitcoin (BTC) opera, a oferta total de Cryptokitties é fixa, o que significa que a escassez ajuda a impulsionar e manter seu valor; Diferentemente do bitcoin, no entanto, os gatinhos são um exemplo de NFTs, que são ativos não homogêneos e indivisíveis.