Departamento do Tesouro dos EUA investiga usos ilegais do Bitcoin

O secretário do Departamento do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, anunciou que seu departamento está conduzindo uma investigação sobre as aplicações ilegais da criptomoeda líder Bitcoin. Ele afirmou que o inquérito destina-se a garantir que a moeda digital não seja utilizada para "fins ilegais".

Durante uma entrevista ao Yahoo Finance no início de novembro de 2017, o secretário afirmou que o suposto uso ilícito do Bitcoin deveria ser revisto com muito cuidado para garantir que a dark web não fosse financiada em Bitcoin.

"Então, queremos ter certeza de que você não tem uma página na dark web financiada em Bitcoins. E isso é uma preocupação nossa hoje".

Ações da agência sobre as criptomoedas

Anteriormente, o departamento do Tesouro anunciou um plano para avaliar as práticas cambiais digitais da US Financial Crimes Enforcement Network (FinCEN).

No mesmo anúncio, a agência alegou que a auditoria está relacionada com a estratégia do FinCEN no combate à lavagem de dinheiro e ao financiamento do terrorismo associados à criptomoeda.

"Planejamos determinar como o FinCEN identifica, prioriza e aborda os riscos de lavagem de dinheiro e financiamento do terrorismo associados às moedas virtuais".

Enquanto isso, Mnuchin afirmou na entrevista que as questões envolvendo o uso de Bitcoin também estão sendo discutidas com seus homólogos internacionais. Ele afirmou ainda que os negociantes da principal moeda virtual nos EUA devem atender aos requisitos do conheça seu cliente (KYC) e da Lei de Sigilo Bancário (BSA). Esses requisitos destinam-se a prevenir ou contrariar atividades de lavagem de dinheiro e fraudes no país.

"Então, se você é um negociante de Bitcoin nos Estados Unidos, você tem os ... requisitos de... cliente e requisitos BSA. E essas são questões que estou discutindo com todas meus equivalentes internacionais. Então, nossa questão número um é, queremos ter certeza de que isso não é usado para fins ilícitos".


Siga-nos no Facebook