Senadores dos EUA alertam três apoiadores do Libra do Facebook sobre os riscos de se associarem ao projeto

Três apoiadores que estão reconsiderando seu envolvimento na moeda digital do Facebook, o Libra, receberam alertas dos políticos dos Estados Unidos sobre sua participação.

Carta do Senado: os problemas do Facebook são seus problemas

De acord com o artigo da Bloomberg publicado em 9 de outubro, uma carta à Visa, MastercardStripe foi enviada por dois senadores dos EUA. Nela, eles pressionam os três gigantes de pagamento a olharem com mais atenção às implicações regulatórias do Libra.

A reportagem vem uma semana após boatos começarem a se espalhar sobre o receio das empresas sobre a moeda digital do Facebook. O PayPal, ex-membro do Libra, deixou oficialmente o projeto, dizendo que teme o tipo de repercussão que a carta parece incorporar. A mensagem mais recente dos senadores diz:

“Atualmente, o Facebook está lutando para resolver grandes problemas, como violações da privacidade, desinformação, interferência nas eleições, discriminação e fraude, e não demonstrou capacidade de controlar essas falhas. [...] Você deve estar preocupado com o fato de que quaisquer fraquezas nos sistemas de gerenciamento de riscos do Facebook se tornem fraquezas em seus sistemas que talvez você não consiga mitigar com eficácia."

Uma reação amplamente prevista

Um dos autores da carta, Sherrod Brown, é notável por ser o principal democrata no Comitê Bancário do Senado. Como o Cointelegraph relatou, o Comitê adotou uma visão altamente cética sobre o Libra, levando a cabo várias audiências nas quais questionava os executivos sobre seus planos.

Brown agora parece sugerir que uma desconfiança geral do Facebook pode se traduzir em desconfiança de suas atividades financeiras. Suas palavras ecoam as previsões de problemas iniciais do CEO da Ripple, Brad Garlinghouse.

"O Facebook está na mira de vários governos ao redor do mundo", resumiu, acrescentando que duvida que o Libra seja lançado antes de 2023.