Senador dos EUA acha 'intrigantes' reações negativas ao Libra do Facebook

O senador dos Estados Unidos Mike Rounds expressa seu apoio à moeda Libra do Facebook em uma carta enviada à empresa Anchorage Trust, membro da Associação Libra.

Sistemas de pagamento dos EUA ainda em fase embrionária

Em 17 de outubro, o senador dos EUA Mike Rounds escreveu para Nathan McCauley, presidente da empresa de custódia de criptomoedas Anchorage Trust, expressando preocupação de que outras partes do mundo estejam "ofuscando" os Estados Unidos em tecnologias inovadoras de pagamento.

O senador destacou a República Popular da China, onde 80% dos consumidores usaram sistemas de pagamento móvel no ano passado, contra apenas 10% nos EUA. Segundo o senador, o setor de pagamentos nos EUA ainda está na infância e, portanto, é desconcertante que seus colegas reajam com tanta hostilidade à criação da stablecoin do Facebook. Rounds escreveu para McCauley:

"É profundamente decepcionante que meus colegas tenham decidido abordar seus colegas em um tom tão ameaçador, que eu receio que possa esfriar a inovação a longo prazo".

Inovação nos títulos mobiliários

O senador chamou as reações negativas para a criação e o lançamento do Libra de "intrigantes", lembrando da antiguidade da estrutura legal dos EUA, Rounds diz que não existe uma forma legal clara de decidir se uma criptomoeda é um título mobiliário ou não, enquanto o único fundamento legal atual é uma antiga Lei de Valores Mobiliários de 1933, acrescentando:

"Essa lei foi escrita mais de meio século antes da criação dos computadores e da Internet, mais de duas décadas antes do Havaí ser admitido na União, uma década antes do desenvolvimento do motor a jato e em um período de tempo em que 90 por cento da América rural carecia de eletricidade. ”

Rounds concluiu sua carta agradecendo a Anchorage por sua perseverança e vontade de "correr riscos para melhorar a vida dos americanos e vizinhos em todo o mundo".

Libra corre risco sem PayPal ou Visa

Como o Cointelegraph recentemente noticiou, David Marcus, da Calibra, argumentou que o projeto de criptomoeda do Facebook não está ameaçado depois que o PayPal, Visa, Mastercard, Stripe, eBay, Mercado Pago e Booking deixaram a Libra Association. Ele disse:

"Uma coisa que não ficou clara ainda pra todos é que você não precisa ser membro da Libra Association para criar serviços e produtos. Portanto, se a Visa e a Mastercard desejarem emitir cartões para a carteira Libra no futuro, eles ainda podem fazê-lo sem serem membros da associação. ”