Congresso dos EUA inclui cripto em seu relatório econômico conjunto pela primeira vez

Pela primeira vez, o Congresso dos EUA dedicou uma seção inteira às criptomoedas e à tecnologia Blockchain em seu Relatório Econômico Conjunto anual, publicado em 13 de março.

O Relatório Econômico Conjunto de 2018 contém a análise e as recomendações para o próximo ano e há um capítulo inteiro para fornecer uma visão sobre o impacto das criptomoedas e do Blockchain na economia americana hoje.

O relatório chama 2017 de "o ano das criptomoedas", notando que a preocupação geral com o Bitcoin levou-o ao segundo lugar como um tópico de notícias no mundo no Pesquisas do ano 2017 do Google.

O preço de uma série de ativos em criptomoedas e em Blockchain teve um aumento dramático, deixando para trás alguns índices grandes econômicos como o Dow Jones Industrial Average e o S&P 500.

"... Se as moedas digitais forem menos voláteis no futuro, a valorização dos itens nessas denominações poderia tornar-se mais fácil e os indivíduos poderiam começar a usá-los com mais frequência como meio de troca", diz o relatório.

A capitalização de mercado de criptomoedas foi influenciada positivamente pelo grande aumento de preços. No início de 2017, o valor agregado de Bitcoin em circulação totalizava quase US $ 15,5 bilhões, mas, no final do ano, aumentou quase 14 vezes para mais de US $ 216 bilhões. Moedas digitais como Ethereum, Ripple e Litecoin passaram por crescimento parecido.

Entretanto, de acordo com o relatório, muitos economistas líderes, inclusive a antiga presidente da Reserva Federal, Janet Yellen, ainda não acreditam que as criptomoedas se encaixem na definição padrão de dinheiro e chamam o Bitcoin de um "ativo altamente especulativo".

As recomendações contidas no documento são especialmente interessantes, como os autores aconselham as agências governamentais em todos os níveis a considerar e estudar os novos usos da tecnologia. Ou seja, eles reconhecem o potencial do Blockchain para aumentar a eficiência da agência e garantir a segurança contra ataques cibernéticos.

"Os decisores políticos, os reguladores e os empresários devem continuar a trabalhar em conjunto para garantir que os desenvolvedores possam implementar essas novas tecnologias do Blockchain rapidamente e de maneira que proteja os americanos contra fraudes, roubos e abusos, garantindo o cumprimento das regulamentações relevantes", acrescenta o relatório.

A pesquisa também enfatizou que o Blockchain "provou ser bastante resistente à pirataria" e "tem muitas outras aplicações em potencial".

Embora as moedas digitais e o Blockchain ainda provoquem disputas, a análise apresentada no relatório demonstra que as instituições governamentais não podem ignorar a tecnologia revolucionária do Blockchain. Como observou o relatório, a tecnologia pode ser usada em campos importantes, como saúde e proteção de infraestrutura financeira e energética crítica.

No início desta semana, o Subcomitê de Mercados de Capitais, Valores Mobiliários e Investimentos convocou uma audiência dedicada às criptomoedas, Ofertas iniciais de moedas (ICO) e desenvolvimento do Blockchain nos EUA, deixando claro que um esclarecimento regulamentar adicional da parte do governo dos EUA é necessário.