Câmara de Comércio Digital dos EUA adiciona a exchange de criptomoedas ErisX entre seus membros

A Câmara de Comércio Digital dos Estados Unidos adicionou a exchange de criptomoedas ErisX entre seus membros.

Por meio de um comunicado de imprensa compartilhado com o Cointelegraph em 18 de julho, a ErisX tornou-se membro da Câmara de Comércio Digital, um grupo de defesa que promove a indústria de ativos digitais e blockchain

A ErisX juntou-se a outros pesos pesados ​​da indústria, como a Fidelity Investments, a Medici Ventures da Overstock.com , a empresa de software de blockchain corporativo R3 , a plataforma stablecoin TrustToken e a empresa de serviços profissionais Accenture, entre muitas outras. O CEO da ErisX, Thomas Chippas, declarou:

“A Câmara de Comércio Digital e as iniciativas de seus membros estão muito alinhadas com nosso objetivo de melhorar o cenário de negociação e investimento de ativos digitais. Estamos satisfeitos por eles reconhecerem a nossa dedicação em ajudar a levar a adoção e a acessibilidade a esse espaço através de um modelo intermediário e plataforma unificada para futuros pontuais e regulados. ”

Perianne Boring, fundadora e presidente da Câmara de Comércio Digital, disse que “esperamos trazer a experiência da ErisX como um mercado regulado para a Câmara e sua participação em nossos esforços para educar os formuladores de políticas e defender os ativos digitais e a tecnologia blockchain. .

Recentemente, a ErisX adquiriu uma licença de organização de compensação de derivativos (DCO) da Comissão de Negociação Futura de Commodities dos EUA (US Commodity Futures Trading Commission). A ErisX planeja disponibilizar contratos futuros de ativos digitais para negociação em seu mercado de derivativos regulamentados ainda este ano, por meio de seu novo DCO.

No início deste ano, a Câmara instou o governo dos EUA a implementar um plano de ação nacional sobre a tecnologia blockchain. O grupo acredita que a blockchain oferece uma miríade de benefícios transformacionais para empresas, governo e consumidores. O grupo também acha que, como uma nação líder em tecnologia, os EUA precisam adotar uma estratégia nacional sobre tecnologias descentralizadas.