Norte-americana Huobi.com adiciona três pares de negociação para XRP

Hbus, a operadora da versão norte-americana da grande exchange Huobi.com, lançou hoje três pares de negociação para XRP. A notícia foi anunciada em comunicado enviado ao Cointelegraph em 18 de abril.

De acordo com o anúncio, os três pares de negociação para XRP seriam Dólar USD-XRP, Bitcoin (BTC)-XRP, e Tether (USDT)-XRP. Depósitos em XRP devem abrir às 12:00 a.m. PST de hoje, enquanto as negociações e saques para os três pares irão ao ar amanhã, 19 de abril, às 12:00 a.m. PST.

De aordo com o CEO da Hbus Frank Fu, o XRP é o 20o ativo listado na plataforma, elevando o total de pares de negociação da Huobi.com para 51.

O comunicado caracteriza o XRP como "uma moeda de forte performance com ampla utilidade e volume". Ele aponta para as diversas parcerias da Ripple, criadora do XRP, para estimular a adoção da rede de pagamentos interfronteiras RippleNet.

No momento desta publicação, o XRP é a terceira maior criptomoeda, com capitalização de mercado em quase US$ 14,2 bilhões, de acordo com dados do CoinMarketCap.

Como noticiado anteriormente, o mercado da Huobi.com foi lançado primeiro sob o nome de Hbus em junho de 2018, como resultado de de uma parceria estratégica com o Huobi Group — operador da exchange principal Huobi Global — atualmente a 8a maior do mundo. Os serviços de negociação na plataforma dos EUA foram ao ar em julho de 2018. Em janeiro deste ano, sua operadora baseada em San Francisco, Hbus, reformulou a marca da exchange de Hbus para Huobi.com.

Depois de muita especulação, o XRP foi listado no braço de negociação profissional da grande exchange norte-americana e provedora de carteiras Coinbase pela primeira vez em fevereiro.

No fim de março, a Coinbase adicionou outras funcionalidades para o ativo, permitindo aos consumidores que façam pagamentos entre fronteiras sem taxas usando XRP e a stablecoin da exchange USD Coin (USDC).

No momento, a Huobi.com é ranqueada 183a exchange cripto do mundo, registrando cerca de US$ 90.000 em negociações nas últimas 24 horas.