Operação irregular: Atlas Quantum confirma que pode operar de forma irregular nas exchanges de Bitcoin

Em um vídeo e comunicado divulgado em 20 de setembro pelo CEO da Atlas Quantum, Rodrigo Marques, confirma que a Atlas pode operar de forma irregular nas exchanges de criptomoedas que armazenam os recursos da empresa custodiados em nome dos clientes.

A Atlas afirma que possuia mais de uma conta nas exchanges de Bitcoins em que opera, todas "registradas em nome da Atlas" prática que pode ser considerada irregular de acordo com o termo de compromisso destas exchanges e que pode ser um dos fatores responsáveis pelo bloqueio nas contas da empresa.

"- Por que o Atlas possui mais de uma conta nas exchanges em que opera?  A blockchain é 100% transparente nas transações realizadas em sua rede, por isso os envios e recebimentos de bitcoins podem ser verificados por qualquer pessoa no mundo a qualquer momento. Isso torna o mercado de criptoativos suscetível à prática de front running: ao identificarem grandes transações de bitcoin na rede, players do mercado se posicionam nas exchanges antecipando suas operações. Para impedir a possibilidade de sermos prejudicados por essas práticas, diluímos o nosso capital em diferentes contas nas exchanges em que operamos. É importante ressaltar que todas as contas são registradas em nome do Atlas"

Apesar das alegações da empresa referentes a manipulação do mercado, o termo de uso das exchanges em que a empresa opera destaca claramente que poussuir mais de uma conta vinculada a mesma empresa ou pessoa é uma prática irregular e que pode ocasionar bloqueio das contas.

"11. SUSPENSÃO E ENCERRAMENTO DA CONTA
Podemos, a nosso critério exclusivo e absoluto, sem responsabilidade para com você ou com terceiros, recusar a abertura de uma conta, suspender sua conta, consolidar contas se você tiver mais de um ou encerrar sua conta ou o uso de um ou mais dos Serviços. Essas ações podem ser tomadas como resultado de vários fatores, incluindo, sem limitação, inatividade da conta, falha em responder a solicitações de suporte ao cliente, falha em identificar positivamente você, uma ordem judicial ou sua violação dos termos deste Contrato (incluindo, sem limitação) Seção 22). O Circle também pode suspender temporariamente o acesso à sua conta no caso de um problema técnico causar interrupção do sistema ou erros da conta até que o problema seja resolvido" diz o termo de uso da Poloniex

A prática de possuir mais de uma conta é proibida na maior parte das exchanges em todo o mundo, na Bitfinex, por exemplo no item 12.13 a proibição está clara "tiver mais de uma conta e mais de uma carteira de tokens digitais no site"

"Qualquer uso descrito neste parágrafo constituirá um "Uso Proibido". Se a Bitfinex determinar que você se envolveu em qualquer Uso Proibido, a Bitfinex poderá abordar esse Uso Proibido através de uma sanção apropriada, a seu critério exclusivo e absoluto. Essa sanção pode incluir, mas não se limita a, fazer um relatório a qualquer governo, aplicação da lei ou outras autoridades, sem fornecer nenhum aviso sobre esse relatório; confisco de quaisquer Fiat, fundos, propriedades, recursos ou Tokens Digitais em qualquer Carteira de Tokens Digitais que você possua no Site; e, suspender ou encerrar seu acesso a quaisquer Serviços ou Fiat, fundos, propriedades ou Tokens Digitais de qualquer Endereço de Tokens Digitais. A Bitfinex pode, a seu critério exclusivo e absoluto, apreender e entregar sua propriedade a qualquer governo, polícia ou outras autoridades aplicáveis, quando as circunstâncias o justificarem. Além do que, além do mais", diz a Bitfinex.

Em nota encaminhada ao Cointelegraph, a Atlas confirma que opera com mais de uma conta nas exchanges,mas por meio de empresas diferentes mas que integram o mesmo grupo, o que estaria em conformidade com os regulamentos das plataformas, segundo a empresa, e não seria a causa do bloqueio nas contas.

"Sobre as contas nas exchanges, o Atlas Quantum informa que opera tais contas por meio de diferentes empresas do grupo, o que atende às normas das corretoras. A empresa acrescenta que essa questão não possui relação com os atrasos nos saques".

Questionada pelo Cointelegraph quais seriam estas empresas, a empresa destacou que:

"por questões estratégicas e de segurança nos dados, a empresa não disponibiliza essas informações"

Após a comunicação da Atlas o Cointelegraph entrou em contato com o suporte das exchanges que a empresa afirma operar para verificar a informação e, no caso da Bitfinex, o recurso de várias contas de uma mesma empresa não é permitido.

A exchange informa que empresas que desejam ter multiplas contas devem operar com 'subcontas' vinculadas ao mesmo usuário principal e não com contas diferentes criadas por corporações diferentes mas atreladas ao mesmo grupo.

"O recurso de subconta permite várias contas de negociação em uma única organização.

Isso tem as seguintes vantagens: A Bitfinex usaria o maior volume de negociação de uma de suas contas vinculadas, oferecendo assim um volume compartilhado com descontos em todas as contas. Somente a conta principal requer verificação. As subcontas estão disponíveis para titulares de contas corporativas e profissionais verificadas de alto nível na Bitfinex. Se você estiver interessado em configurar subcontas, entre em contato com o suporte da Bitfinex para obter mais informações e confirmar sua elegibilidade"

Já a Kraken permite a criação de multiplas contas, mas, segundo o suporte, apenas para alguns casos que, em tese não se adequam ao caso da Atlas Quantum, Segundo a exchange só podem ser criadas multiplas contas, em nomes diferentes mas vinculada a uma mesma organização quando:

"Ter uma conta para diferentes estratégias de negociação que são contrárias umas às outras; Ter uma conta para diferentes robôs de negociação; Ter uma conta separada da negociação de margem (para proteger os saldos de uma liquidação potencial); Ter uma conta para uso pessoal versus uso corporativo; Ter uma conta para diferentes residências para opções de financiamento fiduciário"

A exchange Poloniex e HitBTC não retornarm com respostas até o momento da atualização.

No vídeo, o CEO da empresa, ainda afirma que esta buscando formas de resolver a cris. Entre estas possibilidades está o pagamento dos saques atrasados dos cliente por meio de reais e que busca emprestimos e captação no mercado para solucionar o problema.

"Além desta negociação contínua com as exchanes estamos em busca de empréstimos e outras forma de capitalização junto a players do mercado afim de reforçar a liquidez para os saques afetados, (...) isso inclui a possibilidade de ofertar saques em reais ou captar recursos atraves de empréstimos ou abertura de capital", declarou.

Como noticiou o Cointelegraph, em um comunicado oficial publicado pela Atlas Quantum, empresa que afirma investir em Bitcoin, jogou por terra o D+30 e o prazo para resolver a situação dos saques atrasados e declarou que não tem prazo para resolver a situação, conforme comunicado divulgado em 18 de setembro.

"3) Existe alguma previsão para a normalização dos saques?‍

R: Estamos em fase de implementação das soluções exigidas pelas exchanges, e não temos um prazo para restabelecer o processamento de saques. Reforçamos que nosso time está 100% focado para que a normalidade seja restabelecida o quanto antes."

No comunicado, feito com perguntas e respostas, a empresa também alega que é idônea e que não é uma pirâmide financeira. Reforça os problemas de KYC com as exchanges na qual realiza operações de arbitragem e declara que está "com o foco total para resolução dos desafios que estamos enfrentando".