Emirados Árabes Unidos e Arábia Saudita colaboram em nova criptomoeda

Os Emirados Árabes Unidos (EAU) e a Arábia Saudita anunciaram um acordo de cooperação para criar uma criptomoeda, informou a agência de notícias oficial dos Emirados Árabes Unidos em 19 de janeiro.

Segundo o relato, o Comitê Executivo do Conselho de Coordenação dos Emirados Árabes Unidos realizou uma reunião na capital dos EAU, Abu Dhabi, com 16 membros no total de ambos os países, a fim de discutir as iniciativas de associação na Estratégia de Resolução.

A Estratégia de Resolução é composta por sete iniciativas, incluindo aviação civil, formação de jovens em conscientização financeira e desenvolvimento de uma moeda digital transfronteiriça. De acordo com o artigo, a criptomoeda “será estritamente direcionada para os bancos em fase experimental, com o objetivo de entender melhor as implicações da tecnologia blockchain e facilitar os pagamentos internacionais”.

O projeto conjunto de criptomoedas também pesquisará o efeito de uma moeda central nas políticas financeiras.

A iniciativa supostamente busca proteger o interesse do cliente, criar padrões para a tecnologia e considerar os riscos de segurança cibernética ao mesmo tempo em que determina o impacto das moedas centrais nas políticas monetárias, informou a Agência de Notícias dos Emirados.

A Cointelegraph reportou em dezembro do ano passado que o banco central dos Emirados Árabes Unidos estava colaborando com a Autoridade Monetária da Arábia Saudita para emitir uma criptomoeda aceita em transações entre os dois países.

No mesmo mês, a Cointelegraph também informou que os Emirados Árabes Unidos pretendem se juntar à lista dos principais destinos de negócios relacionados a blockchain em 2019, devido a sua nova legislação de cripto.