Banco Central dos Emirados Árabes Unidos e Arábia Saudita vão desenvolver criptomoeda conjunta para transações interbancárias

O banco central dos Emirados Árabes Unidos (EAU) está colaborando com a Autoridade Monetária da Arábia Saudita (SAMA) para emitir uma criptomoeda aceita em transações entre os dois países. O canal de mídia GulfNews, com sede em Dubai, informou sobre essa colaboração em 12 de dezembro.

Mubarak Rashed Al Mansouri, governador do banco central dos Emirados Árabes Unidos, disse durante uma reunião sobre os padrões e regulamentos bancários globais para a região árabe que:

“Esta é provavelmente a primeira vez que se testemunha a cooperação de autoridades monetárias de diferentes países sobre este tópico e esperamos que essa conquista fomente uma colaboração similar em nossa região.”

Ainda assim, Al Mansouri também apontou que isso “é apenas um estudo” e que eles “não aprofundaram o assunto”. A moeda digital em desenvolvimento deve ser usada apenas entre bancos. De acordo com Al Mansouri, isso seria "muito mais eficiente".

Al Mansouri acrescentou que o recente desenvolvimento da tecnologia financeira traz desafios e oportunidades. A chave, segundo ele, são os reguladores que melhor entendem os riscos e as melhores formas de mitigá-los.

Como a Cointelegraph reportou no início de outubro, uma moeda digital apoiada pelo governo de Dubai terá seu próprio sistema de pagamento. Consequentemente, os consumidores locais poderão usar a moeda digital para pagar por bens e serviços.

O Mercado Global de Abu Dhabi também realizou recentemente um teste de um sistema Conheça seu Cliente (KYC) baseado em blockchain. A primeira fase do projeto piloto realizado na zona franca internacional na capital dos Emirados Árabes Unidos foi supostamente bem sucedida.