Unilever diz que seu projeto piloto de compra de anúncios em blockchain economizou dinheiro para a empresa

De acordo com um relatório publicado em 26 de setembro, o vice-presidente executivo de mídia global da Unilever, Luis Di Como, disse à agência de publicidade Campaign que o uso de blockchain ajudou a empresa a economizar dinheiro.

A gigante de bens de consumo disse que não houve vazamento em seus investimentos em mídia como parte do projeto piloto. O sistema permite uma reconciliação de anúncios mais eficiente em um "processo pelo qual os anunciantes garantem que os contratos sejam realmente entregues".

A Unilever tem colaborado com a gigante da computação IBM no projeto em questão nos últimos 18 meses. Estima-se que a Unilever economizou de dois a três por cento usando a plataforma blockchain.

Unilever vai ampliar o programa blockchain

Após o teste, a Unilever deseja escalar o sistema e criar um consórcio com a empresa de software de anúncios Mediaocean. Di Como comentou sobre o desdobramento:

“O sentido disso não é criar a melhor ferramenta. [...] Estamos seguindo nossas regras e princípios para construir confiança novamente e ter total transparência em todas as nossas operações. [Este não é] um exercício de corte de custos. [...] Trata-se de encontrar melhores maneiras de fazer as coisas e liberar capacidade de investir mais em estratégia, comunicação e investimento em mídia".

Como o Cointelegraph relatou, a IBM iX fez uma parceria com o fornecedor de software Mediaocean para lançar um rastreador de blockchain para transações de mídia digital em junho.