Sob novas regras, os mineradores do Quebec serão obrigados a concorrer pela eletricidade

Utilidade provincial Hydro-Quebec propôs novas regras, segundo as quais as empresas de blockchain serão obrigadas a concorrer por eletricidade e quantificar os empregos e investimentos que esperam gerar por megawatt, anunciou a Hydro-Quebec em um comunicado de imprensa em 21 de junho.

O novo regime busca alocar até 500 megawatts, além de 120 megawatts de iniciativas já existentes. A taxa inicial é de 1 centavo canadense (US$ 0,0075) por quilowatt / hora, 20% acima do preço padrão do setor. O novo plano está sujeito à aprovação do regulador local de energia, Regie de l'energie. A Hydro-Quebec comentou a nova proposta:

"O objetivo desse processo é maximizar os desdobramentos econômicos para Quebec e a receita para a Hydro-Quebec - por sua vez, reduzir as tarifas de eletricidade para os clientes".

O desenvolvimento mais recente segue uma série de mudanças na política do governo de Quebec e do fornecedor de energia para a mineração com criptomoedas. Em março, o governo disse que “não está interessado” em fornecer eletricidade barata para mineradores sem nada em troca. O primeiro-ministro Philippe Couillard disse:

“É preciso haver valor acrescentado para a nossa sociedade; apenas ter servidores para fazer transações de mineração e adquirir novos bitcoins, eu não vejo o valor agregado.”

Em maio, o governo de Quebec anunciou que suspenderia a moratória sobre a venda de energia para os mineiros de criptomoedas, a fim de "evitar a perda do navio" em moeda digital. O ministro da Energia, Pierre Moreau, iria apresentar um decreto sobre a regulamentação da venda de energia elétrica para os mineradores de criptomoedas, que exigem enormes quantidades de energia para suas operações. O decreto teria estabelecido taxas diferentes para as mineradoras de moeda digital e permitiria que as empresas de energia praticassem o descarregamento forçado.

A Hydro-Quebec, que opera cerca de 60 usinas hidrelétricas, com uma capacidade excedente de aproximadamente 13 TWh, recebeu pedidos para comprar energia de mais de 100 organizações com um consumo total de energia superior a 10 TWh. No início de junho, a empresa suspendeu temporariamente o processamento de solicitações de mineradores de criptos para cumprir suas obrigações de fornecer energia para toda a província.