ONU faz parceria com a WIN para combater o tráfico de crianças com Blockchain

As Nações Unidas (ONU) fez uma parceria com a World Identity Network (WIN) para criar um sistema de identidade digital baseado em Blockchain para ajudar a combater o tráfico infantil em todo o mundo.

Os parceiros já lançaram um teste piloto do sistema desde metade de novembro de 2017.

Os parceiros anunciaram o lançamento do programa piloto na Cúpula Humanitarian Blockchain realizada em Nova Iorque. O piloto envolve a participação de agências da ONU, do Escritório das Nações Unidas para Serviços de Projetos (UNOPS) e do Escritório de Tecnologia da Informação e Comunicação da ONU (UN-OICT).

Em seu comunicado de imprensa, os parceiros alegaram que o uso do sistema aumenta a chance de apreender os traficantes de crianças.

"O armazenamento de identidades digitais em um Blockchain proporciona uma 'chance significativamente maior de atrair traficantes'. Além disso, garantir dados de identidade em um livro-razão imutável fará as tentativas de tráfico 'mais rastreáveis e evitáveis'".

Como ocorre o tráfico infantil?

Os traficantes de crianças costumam usar documentos de identificação falsos para transportar indivíduos jovens através das fronteiras. As vítimas são eventualmente obrigadas a participar de atividades ilegais graves, como o comércio ilegal de órgãos humanos e o comércio sexual.

Em sua declaração, a cofundadora e CEO da WIN, Dra. Mariana Dahan, disse que as crianças "invisíveis" menores de cinco anos e que não possuem certidão de nascimento são potenciais vítimas de tráfico, pois muitas vezes são perdidas por programas sociais sendo oferecido por governos ou agências de desenvolvimento.

"Vários países em desenvolvimento estão buscando ativamente formas mais eficientes de prevenir o tráfico de crianças. A identificação está sempre no cerne da solução".

Enquanto isso, Yannick Glemarec, Diretor Executivo Adjunto das Nações Unidas, disse que o tráfico de crianças é uma das maiores violações dos direitos humanos. O uso da tecnologia Blockchain pode ser eficaz para resolver o problema e salvar milhões de crianças ao redor do mundo.

"O tráfico de crianças é uma das maiores violações dos direitos humanos. O Blockchain seria uma tecnologia 'potencialmente poderosa' para enfrentar o problema e potencialmente salvar 'milhões de crianças'".

No passado, as Nações Unidas também usaram o Blockchain para enviar ajuda à Síria, lançando um projeto de gerenciamento de frotas de automóveis e atualmente estão testando outras formas de usar o Blockchain em seus outros projetos.


Siga-nos no Facebook