Banco Nacional da Ucrânia considera lançar moeda digital estatal ligada à moeda fiduciária local

O Banco Nacional da Ucrânia (BNU) considera lançar uma moeda digital estatal baseada em blockchain, informou o site de notícias local Vesti Ukraine na terça-feira, 25 de setembro.

O BNU diz que a hryvnia baseado em blockchain, ou e-hryvnia, tem que ser centralizada e permanecer sob o controle do governo, descreve o Vesti Ukraine. A moeda estatal deverá aumentar a taxa de pagamentos não monetários, juntamente com a redução de seus custos.

A Ucrânia trouxe a ideia da "moeda digital" várias vezes já no âmbito do projeto chamado de "Economia sem dinheiro". Por exemplo, o BNU revelou planos em janeiro para lançar uma e-hryvnia que não seria baseada na tecnologia blockchain.

De acordo com funcionários do banco, esta versão de uma moeda apoiada pelo Estado ucraniano teria de estar ligada à moeda fiduciária nacional a uma taxa de 1 por 1. De acordo com o BNU, isso impediria o crescimento da taxa de inflação. No entanto, a emissão de uma e-hryvnia baseada em blockchain ainda permanece nos estágios de planejamento, com o banco observando:

"A decisão sobre a adequação da introdução da hryvnia eletrônica na íntegra será tomada somente após uma análise detalhada."

De acordo com o Vesti Ucrânia, o assessor do chefe da Associação de Bancos da Ucrânia, Alexey Kustch, acha que a moeda digital como e-hryvnia não pode ser comparada a criptomoedas, já que a cripto é anônima e descentralizada por definição, ao contrário de uma moeda estatal.

Kutsch também observou que uma moeda digital apoiada pelo Estado baseada em blockchain é "uma direção bastante promissora", acrescentando:

"Por um lado, protegerá os direitos humanos em termos de propriedade e, por outro, reduzirá significativamente os custos e o tempo das transações, além de acelerar a rotatividade de dinheiro no país".

A Rússia também discutiu a possibilidade de lançar uma criptomoeda estatal, o CryptoRuble, em janeiro deste ano.

Recentemente, o parlamento da Ucrânia propôs uma taxa de impostos para os ativos cripto, sugerindo um imposto de cinco por cento sobre pessoas físicas e jurídicas que operam com cripto e um imposto de 18% para os lucros relacionados à cripto.

E em julho, o Gabinete de Ministros da Ucrânia no Conselho de Estabilidade Financeira realizou uma reunião para determinar o status legal das criptomoedas, apoiando o conceito de regulação de cripto.