Rede de fundos globais baseada no Reino Unido Calastone migra todo sistema para blockchain

A empresa de fundos globais baseada em Londres Calastone anunciou que mudou seu sistema completo para serviços de negociação de fundos para seu sistema blockchain Distributed Market Infrastructure (DMI) em comunicado publicado em 20 de maio.

Segundo o comunicado, a migração dos mais de 1.800 clientes da empresa em 41 mercados representa "a maior comunidade de organizações de serviços financeiros globais conectando-se e se relacionando via tecnologia de contabilidade distribuída”. No anúncio, a instituição também destaca que a economia resultante para o mercado de fundos mútuos será de mais de £ 3,4 bilhões por ano (US$ 4,33 bilhões). A nota diz:

“Organizações de serviços financeiros em todo o mundo - seja qual for o tamanho e a escala - podem, por meio da DMI, acessar agora um mercado de fundos globais totalmente recíproco, pelo qual a negociação, liquidação e manutenção de fundos é realizada em tempo real.”

O banco revela que o sistema também traz um novo serviço - apelidado de Sub-Register - “que cria uma visão compartilhada em tempo real e histórico dos registros entre parceiros comerciais em qualquer ponto da cadeia de distribuição”.

Como o Cointelegraph noticiou na época, a Calastone disse em dezembro do ano passado que planejava lançar sua solução baseada em blockchain em maio de 2019.

Hoje mais cedo, o Cointelegraph também noticiou que a cidade sul-coreana de Seul implementará tecnologia blockchain no sistema que sustenta seus cartões de identidade.