Colapso da lira turca faz mídia destacar a importância da relativa estabilidade do Bitcoin

Os principais meios de comunicação aproveitaram a crise monetária na Turquia na segunda-feira, 13 de agosto, com a Bloomberg divulgando uma demonstração da volatilidade comparativamente baixa do Bitcoin (BTC).

Liderando com a manchete “A crise da Turquia impulsiona a volatilidade da lira acima do Bitcoin”, a Bloomberg se tornou a mais recente publicação a revelar a extensão total da desvalorização da moeda nacional turca neste ano.

"As oscilações de 10 dias na lira em relação ao dólar americano agora superam as do Bitcoin em meio à crescente crise cambial da Turquia", informa a Bloomberg.

A Turquia tem visto um pequeno aumento no interesse do consumidor no Bitcoin desde que a lira, que já havia reduzido pela metade em valor em relação ao dólar desde janeiro, rapidamente caiu para baixas de todos os tempos, devido a uma série de fatores geopolíticos.

De acordo com dados do Google Trends, o interesse no Bitcoin aumentou acentuadamente em agosto, enquanto as casas de câmbio locais viram os volumes explodirem em mais de 150% só esta semana.

À medida que os legisladores promovem controles de capital, o status da criptomoeda no país permanece incerto. Apesar da posição oficial da Turquia sugerir que o Bitcoin não é compatível com o Islã, as casas de câmbio locais continuam a receber apoio bancário total, observa a Forbes nesta semana.

Essas casas começaram a ver uma maior volatilidade, com operadores como a BtcTurk negociando a moeda a preços cerca de US $ 500 mais altos por bitcoin do que em plataformas estrangeiras.

Essa tendência poderia continuar, afirmam os comentaristas, se a situação econômica não se estabilizar.