Análise de preço dos três que mais perderam na semana — TRX, NEO e LINK

As visões e opiniões expressas aqui são exclusivas do autor e não refletem necessariamente as opiniões do Cointelegraph. Todo investimento e movimentação comercial envolve risco, você deve fazer sua própria pesquisa antes de tomar uma decisão.

Dados de mercado fornecidos pela HitBTC.

O sentimento em criptomoedas tornou-se azedo após a oposição ao projeto Libra do Facebook. No entanto, o cofundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, disse durante uma conferência telefônica recente que a empresa vai se debruçar sobre todas as preocupações dos reguladores "e então descobrir qual a melhor maneira de avançar".

No entanto, Brad Garlinghouse, CEO da Ripple, teme que a atenção do regulador em Libra possa criar problemas para as criptomoedas existentes em termos de regulamentação mais rigorosa. Os mercados odeiam a incerteza. Por isso, temos visto falta de compradores nos últimos dias.

Como acreditamos que chegamos ao fundo na maioria das criptomoedas, vemos a queda atual como uma oportunidade de compra. Quedas acentuadas a curto prazo podem, por vezes, proporcionar uma oportunidade de compra de baixo risco.

Vamos ver se encontramos uma negociação em qualquer um dos três principais perdedores dos últimos sete dias.

TRX/USD

O Tron (TRX) teve o pior desempenho nos últimos sete dias. Teve uma correção de mais de 20% durante o período. O fluxo negativo de notícias sobre seu fundador, Justin Sun, manteve os preços sob controle.

Ele vai conseguir se recuperar os níveis atuais ou vai cair ainda mais? Embora seja difícil prever o fluxo de notícias, podemos ter alguma ideia sobre o desempenho analisando a figura técnica no gráfico.

O par TRX/USD tem tentado formar uma grande base no último ano. Ele está sendo negociado aproximadamente entre US$ 0,040 no lado positivo e US$ 0,017740 no lado negativo. A quebra desse intervalo em 19 de novembro do ano passado não encontrou vendedores em níveis mais baixos e o preço subiu de volta para o intervalo em 21 de dezembro.

Da mesma forma, as tentativas dos touros de romper a resistência no teto em US$ 0,040 falharam no início de junho e no final de junho deste ano. Atualmente, o preço caiu novamente para o apoio imediato de US$ 0,022, abaixo do qual é provável um novo teste de US$ 0,017740.

Se a moeda digital quebrar o intervalo, será um sinal negativo. A tendência de baixa será retomada se o suporte final de US$ 0,011240 também ceder. Entretanto, acreditamos que a probabilidade de isso ocorrer é baixa, a menos que uma notícia negativa surpresa caia sobre o mercado.

Então, vale a pena comprar nos níveis atuais? Enquanto a desvantagem é conhecida, é difícil prever quando o próximo movimento será iniciado. Em um intervalo, muitas vezes, o preço pode ficar parado, frustrando o investidor. Portanto, é melhor esperar que o par saia da linha de tendência de baixa antes de se tornar positivo.

NEO/USD

O NEO foi o segundo pior desempenho entre as principais criptomoedas nos últimos sete dias. Vamos analisar seu gráfico e tentar projetar a próxima direção provável. A tendência de curto prazo está em baixa.

O preço foi corrigido de uma alta de US$ 20,963333 em 26 de junho para uma baixa de US$ 9,75735 em 17 de julho. Isso mostra uma queda acentuada em um curto espaço de tempo.

Porém, uma olhada no gráfico mostra que o par NEO/USD manteve o suporte na linha de tendência de alta na queda atual. Desde o início da recuperação em meados de dezembro do ano passado, o par encontrou repetidamente suporte na linha de tendência de alta (marcada como elipse no gráfico).

Assim, torna-se um nível importante para observar o lado negativo. Se os ursos baixarem o preço abaixo desse suporte, uma queda para a baixa anual é possível.

No lado positivo, descobrimos que cada rali, depois de saltar da linha de tendência de alta, entregou uma alta mais alta (mostrada como retângulos no gráfico). Este é um sinal positivo. Se o preço subir acima da EMA de 20 dias e a alta recente de US$ 13,88772, um novo teste para os US$ 20,80 é provável.

Portanto, os traders podem comprar em um fechamento (prazo UTC) acima de US$ 13,88877 e manter uma stop loss de US$ 9,50. Contudo, como a tendência é fraca e os ralis não são sustentáveis, mantenha o tamanho da posição em 40% do habitual.

LINK/USD

O Chainlink (LINK) estava entre os três que mais perderam na semana passada e repetiu a dosa nesta semana. Isso mostra que ele está sob pressão dos ursos. Sugerimos que os traders comprassem em uma quebra da EMA de 20 dias e a linha de tendência de baixa em nossa análise anterior.

Embora o preço tenha descido da linha de tendência descendente, não conseguiu escalar a MME de 20 dias. Portanto, nossa recomendação de compra não foi concretizada. O que os traders devem fazer agora?

O par LINK/USD saiu da linha de tendência de baixa em 25 de julho. Isso sugere que a tendência de curto prazo mudou. Atualmente, o preço está preso em um intervalo entre US$ 2,0531 e US$ 2,8498.

A MME de 20 dias está caindo gradualmente enquanto a SMA de 50 dias está inclinada para cima. Isso mostra que a tendência de curto prazo é fraca, mas a tendência de médio prazo continua em alta. Portanto, esperamos que o par saia da faixa e inicie um movimento para cima.

Os traders podem esperar que o preço saia e feche (período de tempo UTC) acima de US$ 2,8498 antes de iniciar qualquer posição longa. A stop loss pode ser mantida em US$ 2 e os níveis alvo a serem lembrados são US$ 3,6465 e US$ 4,50. Devido aos novos níveis de compra sugeridos nesta análise, retiramos a recomendação de compra dada na análise anterior.

Contrariando nossa suposição, se o preço cair da EMA de 20 dias ou do topo do alcance e desabar abaixo de US$ 2,0531, ele poderá corrigir para US$ 1,3202.

Dados de mercado são fornecidos pela HitBTC.