Truffle anuncia suporte para Corda, Hyperledger Fabric e Tezos

A Truffle, empresa de desenvolvimento de Blockchain, revelou planos para expandir seu conjunto de desenvolvedores totalmente gerenciados para incluir suporte para os protocolos blockchain Corda, Hyperledger Fabric e Tezos.

O fundador e CEO da Truffle, Tim Coulter, anunciou os planos da empresa na TruffleCon 2019 - conferência anual de desenvolvimento da Truffle - no campus da Microsoft em Redmond, Washington. Coulter comentou como ele acha que essas ferramentas abrirão caminho para a colaboração via interoperabilidade, dizendo:

"Estamos capacitando os desenvolvedores a criar soluções de nível corporativo em qualquer rede de sua escolha, criando um caminho para futuras colaborações entre redes."

De acordo com um comunicado de imprensa compartilhado com a Cointelegraph, o Truffle Suite é um blockchain totalmente gerenciado para o fluxo de trabalho do desenvolvedor, desde o trabalho de backend em contratos inteligentes até a criação de frontend de aplicativos. 

As ferramentas de desenvolvimento da Truffle datam de 2015, quando foram desenvolvidas a partir do estúdio de produção da ConsenSys. Como notado mais adiante, Truffle mais tarde recebeu um investimento de US$ 3 milhões em 2019 e fez parceria com a Goldman Sachs e a JP Morgan, bem como com a Microsoft Azure. 

No momento da publicação, a suíte de desenvolvedores da Truffle suporta os protocolos blockchain da Ethereum e Quorum.

Interoperabilidade fora do desenvolvimento de código

Ter sistemas industriais interoperáveis ​​é um objetivo em contextos bastante díspares. Como anteriormente relatado por Cointelegraph, o grupo Blockchain in Transport Alliance (bita) está tentando conduzir uma cadeia de interoperabilidade de fornecimento por meio da tecnologia blockchain.

O presidente da BiTA, Patrick Duffy, comentou os objetivos do grupo, observando que o blockchain "tem o potencial de facilitar as transações que ocorrem entre os transportadores e as transportadoras, mas requer a participação ativa dos líderes de transporte".