Fundação TRON anuncia plano de recompra de US$ 20 milhões

A Fundação Tron anunciou um plano de recompra de US$ 20 milhões em um post publicado em 25 de junho.

A recompra é supostamente parte de uma iniciativa para reforçar a atividade da comunidade e a estabilidade do mercado.

A empresa vai realizar o maior plano de recompra de token tron ​​(TRX) até agora, com a maior cobertura no mercado secundário, diz o post. A recompra deve durar um ano sob a forma de vários lotes, totalizando US$ 20 milhões.

Em 1º de janeiro de 2020, a Fundação Tron revelará sua participação no TRX, porém a empresa diz ainda que não tem nenhum plano específico para a quantidade desbloqueada de TRX.

TRON é uma fundação que foi criada para fornecer o desenvolvimento e manutenção da rede distribuída TRON. A moeda TRX foi inicialmente baseada na rede Ethereum e desenvolvida através do protocolo ERC-20, mas foi posteriormente transformada para se tornar uma criptomoeda independente baseada no protocolo Tron.

No início de junho, a Tron anunciou uma atualização. que deve acontecer em breve, em sua plataforma baseada em blockchain, Odyssey, que será atualizada para a nova versão 3.6. A versão 3.6 do Odyssey conterá novos recursos e segurança e estabilidade aprimoradas.

Em maio, Tron revelou planos para desenvolver uma versão baseada em BitTorrent do sistema de arquivos descentralizado InterPlanetary File System. O desenvolvimento é supostamente uma variante do software IPFS de código aberto e “permitirá que os usuários recebam e hospedem o armazenamento em seus computadores com outros indivíduos e empresas”.

Atualmente, a TRX é a 12ª maior criptomoeda do CoinMarketCap, com uma capitalização de mercado de cerca de US$ 1,2 bilhão. A altcoin está sendo negociada a cerca de US$ 0,035 no momento da escrita, tendo perdido 6,59% nas últimas 24 horas.