A ameaça de criptomoeda levará à introdução de moedas digitais respaldadas pelo Estado, CEO do Citigroup

O diretor-presidente do Citigroup (CEO), Michael Corbat, projetou que a ameaça representada pelo Bitcoin e outras moedas digitais no sistema financeiro global existente dará origem a moedas virtuais suportadas pelo estado. Ele argumentou que os governos de todo o mundo não assistirão a disrupção causada pelas criptomoedas no sistema sentados.

Em uma entrevista à Bloomberg em uma cúpula realizada em Nova Iorque no início de novembro de 2017, Corbat afirmou que o Bitcoin e outras moedas virtuais ameaçam as capacidades do sistema financeiro atual em torno do dados, cobrança de impostos, lavagem de dinheiro e do protocolo conheça seu cliente (KYC).

Ele acrescentou que vários governos vão apresentar suas próprias moedas digitais para combater Bitcoin e as outras criptomoedas.

"É provável que vamos ver os governos introduzirem não criptomoedas – acho que criptomoeda é uma alcunhar ruim para isso – mas uma moeda digital".

Corbat também citou o potencial da tecnologia Blockchain, a tecnologia subjacente por trás do Bitcoin e outras moedas digitais. Ele afirmou que a tecnologia tem uma grande promessa e não deve ser tomada levemente.

As iniciativas digitais de moeda digital e Blockchain do Citigroup

Segundo Corbat, a empresa já está desenvolvendo sua própria moeda digital denominada "Citicoin". A moeda virtual destina-se a reduzir ou eliminar problemas em transações transfronteiriças cambiais. A principal empresa financeira também está colaborando com a bolsa de valores Nasdaq sobre as possíveis aplicações do Blockchain para a negociação de ações privadas. A parceria envolve as plataformas CitiConnect do Citigroupo e Linq da Nasdaq.

Outros comentários sobre as moedas digitais

Várias personalidades do setor de serviços financeiros também emitiram seus comentários sobre o Bitcoin e outras moedas virtuais no passado.

Em sua opinião sobre as criptomoedas, o CEO do Goldman Sachs, Lloyd Blankfein, afirmou que ele está desconfortável com o Bitcoin, mas ele está disposto a dar uma chance à moeda virtual.


Siga-nos no Facebook