SEC tailandesa revela 5 de 50 candidatas de ICO

O regulador financeiro da Tailândia , a Comissão de Valores Mobiliários (SEC) confirmou que cinco ICOs estão prontas para levantar fundos através do novo regulamento de captação de recursos do país, a mídia local Bangkok Post relatou no dia 13 de junho.

Após a nova regulamentação que regula as criptomoedas que entrou em vigor em 14 de maio, as ICOs enfrentarão exigências obrigatórias de registro com regulamentação, juntamente com várias outras restrições.

De acordo com Thawatchai Kiatkwankul, diretor de finanças corporativas do departamento de equidade da SEC, de um total de 50 ofertas prospectivas, apenas cinco ICOs não-identificadas estão “prontas” para seguir adiante sob o novo marco legal.

"Projetos que podem ser (facilmente controlados) e têm atributos comerciais ligados a eles serão considerados para angariação de fundos", disse Thawatchai ao Bangkok Post.

A Tailândia agora exige que virtualmente qualquer entidade envolvida com criptomoeda registre-se na SEC dentro de 90 dias a partir do prazo final de 14 de maio.

Estes incluem “emissores da ICO, bolsas digitais, corretores e revendedores envolvidos com transações de ativos digitais”, confirma o Post.

Para as ICOs especificamente, os montantes de investimento são limitados a 300.000 THB (cerca de $9.323) - ou não mais que 70% do valor total dos tokens oferecidos - por investidor por ICO.

No mês passado, a SEC tailandesa optou por realizar uma sessão de perguntas e respostas dedicadas sobre as novas regras depois que as empresas pareciam confusas sobre suas obrigações.