Departamento de receita tailandesa vai rastrear pagamentos de impostos usando o blockchain

O Departamento de Receita da Tailândia revelou seus planos para rastrear os pagamentos de impostos usando o blockchain e aprendizado de máquina, informou o jornal local Bangkok Post em 5 de novembro.

Ekniti Nitithanprapas, diretor-geral do Departamento de Receita, disse a repórteres que o blockchain será usado para verificar a validade dos impostos pagos e acelerar o processo de restituição de impostos.

O aprendizado de máquina, por sua vez, ajudará a revelar fraudes fiscais e criar mais transparência, observou Nitithanprapas. O funcionário notou ainda que um sistema digital de cobrança de impostos baseado em tecnologias modernas é uma das principais prioridades do governo.

Nitithanprapas, que também é Assessor Econômico Internacional do Escritório de Política Fiscal do Ministério das Finanças do país desde 2015, não revelou quando exatamente a experiência do departamento com blockchain seria iniciada ou quais soluções específicas usariam.

O departamento da Receita da Tailândia está evidentemente seguindo o caminho do Ministério do Comércio do país em termos de adoção de tecnologia - o Ministério anunciou no mês passado que testará soluções descentralizadas em direitos autorais, agricultura e finanças comerciais. A autoridade tailandesa responsável pelo projeto explicou que os estudos de viabilidade de blockchain se refeririam ao processamento de IDs digitais, gerenciamento de registro de IP e segurança, juntamente com contratos inteligentes.

O setor financeiro da Tailândia também tem interesse em implantar redes blockchain. Em outubro, o banco mais antigo da Tailândia, o Siam Commercial Bank, fez uma parceria com a empresa de consultoria de gestão global Accenture para lançar uma plataforma blockchain para redes de suprimento.

Em setembro, o quarto maior banco da Tailândia, o Kasikornbank, fez uma parceria com o programa B2B Connect da Visa para fornecer a seus clientes soluções baseadas em blockchain para pagamentos internacionais.