Tether cunha 300 milhões em USDT em troca de cadeia, queima correspondente ainda é aguardada

A operadora do principal stablecoin USDT, Tether, cunhou 300 milhões de USDT em uma troca do protocolo de tokenização baseado em Bitcoin (BTC) Omni para a Ethereum, mas a queima correspondente ainda não ocorreu.

O Whale Alert, uma conta no Twitter dedicada a relatar grandes transações de criptomoedas, destacou a emissão um tweet publicado em 12 de setembro. Em um segundo tweet, o Whale Alert deu uma explicação da natureza da transação:

“Este USDT faz parte de um swap. A queima correspondente na Omni ainda não ocorreu.”

Troca de blockchain confirmada

O Tether confirmou a troca em um tweet no dia anterior. A empresa anunciou a emissão de US$ 300 milhões na troca do protocolo Omni para o blockchain Ethereum:

“Em poucas horas, a Tether coordenará com participação de terceiros uma troca em cadeia (conversão do protocolo Omni para ERC20) por 300 milhões USDT. O suprimento total não será alterado durante esse processo.”

Queima de tokens?

Como mencionado anteriormente, nenhuma queima de token na blockchain Omni ocorreu ainda. Em julho, a Tether acidentalmente cunhou e, posteriormente, queimou 5 bilhões de tokens USDT.

Como o Cointelegraph relatou em maio do ano passado, a Tether foi objeto de polêmica devido a alegações de falta de transparência e de manipulação do mercado.