Pesquisa: Stablecoin do Facebook, o Libra, não deve se tornar mainstream

Uma recente pesquisa da empresa de serviços financeiros Jefferies indica que os usuários americanos dificilmente usarão a stablecoin Libra do Facebook devido à falta de confiança, informou o The Block em 1º de julho.

Na pesquisa, que incluiu mais de 600 entrevistados, quatro em cada cinco pessoas escolheram “Improvável” ou “Muito improvável” quando perguntados se comprariam Libra. 45% dos entrevistados explicaram sua falta de vontade de comprar a criptomoeda devido à falta de confiança no Facebook, a menos que a empresa não tenha acesso aos dados de transação.

Quase 40% dos entrevistados afirmaram que já possuem uma carteira de pagamento móvel, fato que não incentiva o uso da carteira digital associada ao Libra, a Calibra. "Efetivamente, sem recursos substanciais, não esperamos que o Libra substitua as formas existentes de pagamento em dinheiro - pelo menos não no curto prazo", diz o relatório.

Dos entrevistados que manifestaram interesse em usar o Libra, 12% disseram que gastariam a criptomoeda em bens ou serviços, 14% enviariam dinheiro para seus amigos e familiares, e 15% acelerariam Libra em ambas as opções.

Esta semana, Ryan Waldoch, autor de um relatório da plataforma de pesquisa de capital Seeking Alpha, declarou que “Acredito que o Libra permitirá que os usuários estejam mais inclinados a usar bitcoin como um sistema de pagamento peer-to-peer enquanto as incertezas dos mercados globais têm motivado investidores a usar o bitcoin como uma reserva de valor. ”

Teck Chia, sócio da Binance Labs, disse que vê o Projeto Libra, do Facebook, um grande passo no sentido de aumentar a conscientização pública sobre as criptomoedas. “Acho que ter uma empresa como o Facebook, com alcance e distribuição tão grande, em todos os diferentes países do mundo, tê-los interessados ​​em criptomoedas e lançar uma é algo muito positivo para nossa indústria”, afirmou Chia.