Estudo mostra que comprar Bitcoin foi mau negócio em apenas 60 dos 3.840 dias de sua existência

Um estudo do grupo de pesquisa LongHash divulgado no úlrimo dia 8 de Julho mostrou que comprar Bitcoin só foi um mau negócio em 60 dos 3.840 dias de existência da criptomoeda, criada em Janeiro de 2009.

Embora muitos acreditem que a criptomoeda número um do mundo frequentemente dispara apenas para ser seguida de um movimento inverso e rápido, o relatório da LongHash mostra que a realidade é bem diferente.

O relatório ressalta ainda que cripto investidores que decidiram comprar BTC um dia e segurá-lo até agora tiveram lucro durante 98,4% do tempo, e se você der uma olhada nos últimos 5 anos, os investidores do Bitcoin ainda teriam lucro em 96,7% dos dias de compra.

O relatório mostra que 48 dos 60 dias de 'má compra' ocorreram durante o final de 2017 e no início de 2018, durante a "bolha" do mercado de criptmoedas. O mercado somente causaria prejuízo para aqueles que compraram Bitcoin na faixa de US$ 15.000 a US$ 20.000 em dezembro de 2017.

Analistas acreditam que aqueles que compraram no topo da febre do fim de 2017 geralmente são investidores inexperientes que seguiram as propagandas da mídia internacional e, muito provavelmente, venderam logo após a bolha estourar.

Aqueles que compraram o Bitcoin em sua maior alta de todos os tempos e ainda decidiram segurar o ativo durante 2018 até 2019 ainda possuem uma perda de 36% em sua compra.

Muitos especialistas acreditam que a melhor estratégia de investimento no Bitcoin é pensar sempre no longo prazo. Comentando sobre a última queda no preço do BTC de US$ 14.000 para US$ 9.600, Antony Pompliano, fundador da Morgan Creek Digital disse:

"O Bitcoin está de volta acima de US$ 12.000. Haverá muitas quedas de 30% no caminho para novos recordes de todos os tempos. Não se distraia com o barulho."

Pompliano não tem dúvidas de que o Bitcoin tem potencial para ser a moeda de reserva mundial no futuro. Conforme reportado pelo Cointelegraph, o investidor afirmou que possui mais de 50% do seu portifólio em Bitcoin.