Espanha vai desenvolver aplicação de tecnologia Blockchain para transparência na indústria florestal

O Ministério da Agricultura, Pesca e Alimentação espanhol planeja aplicar a tecnologia blockchain para desenvolver a indústria florestal, informou a EuropaPress no dia 21 de setembro.

O grupo operacional, intitulado ChainWood, visa melhorar a rastreabilidade e a eficiência do fornecimento de madeira na Espanha através da implementação da tecnologia blockchain na logística da indústria.

A ChainWood é um grupo de oito parceiros de diferentes regiões espanholas, incluindo a Galícia, Comunidade de Madri, Andaluzia, Castela e Leão e Astúrias. O grupo operacional foi criado com financiamento do Ministério da Agricultura, Pesca e Alimentação, da Direção Geral do Desenvolvimento Rural e Política Florestal e da Administração Geral do Estado, com um subsídio total de 93.350 euros.

As reuniões de trabalho da ChainWood já foram realizadas em Santiago de Compostela e Madri, com o grupo pronto para desenvolver um software baseado em nuvem “que melhorará a transparência” para processos florestais — como a criação de madeira maciça, desintegração, pasta de celulose e biomassa — aplicando blockchain, big data e aprendizado de máquina.

Uma vez que a plataforma tenha sido desenvolvida, a ChainWood realizará experiências piloto em Castlea e Leão com o choupo, nas Astúrias com a castanha e na Galícia com o carvalho.

Em agosto, o governo da província de Sichuan, ao norte da China, assinou um contrato de cooperação estratégica para estabelecer uma nova empresa, a Hangzhou Yi Shu Blockchain Technology Co., Ltd, para “desenvolvimento econômico florestal e alívio da pobreza industrial”.

Anteriormente neste verão, o governo da Catalunha havia revelado um plano para promover a tecnologia blockchain "com o objetivo de melhorar os serviços digitais para o público", reportou a Cointelegraph em 25 de julho.