Espanha: Banco BBVA e companhia energética Repsol fazem parceria para desenvolver soluções financeiras Blockchain

O grande grupo bancário espanhol, BBVA e a também espanhola Repsol assinaram um acordo para desenvolver soluções baseadas em blockchain para serviços bancários corporativos, de acordo com um anúncio publicado em 20 de junho.

O produto de BBVA e Repsol foi desenvolvido usando várias tecnologias blockchain diferentes, ou seja, Hyperledger e a rede de testes Ethereum. Nuria Ávalos, chefe de Blockchain e Experimentação Digital na Repsol, comentou a colaboração:

“A Repsol quer participar ativamente de ambientes colaborativos. O Blockchain é uma tecnologia disruptiva que veio para ficar e o acordo com o BBVA avança nossa estratégia de conduzir a digitalização em todas as áreas de nossa atividade”.

O acordo supostamente faz parte da maior estratégia recente do BBVA de aplicar a tecnologia blockchain no banco corporativo.

A solução mais recente é supostamente uma evolução da plataforma projetada pelo BBVA para conduzir todo o processo de empréstimo usando blockchain, desde a negociação dos termos até a assinatura. Em abril, o BBVA tornou-se o primeiro banco global a emitir um empréstimo corporativo, no valor de 75 milhões de euros (US $ 86 milhões), usando a tecnologia de livro-razão distribuído (DLT), da qual o blockchain é um tipo. A mudança reduziu o tempo de processamento de dias para uma questão de hora.

Ontem, o presidente do BBVA, Carlos Torres, disse que o blockchain “não está maduro”, citando a “volatilidade das moedas subjacentes” e possíveis problemas de compatibilidade com autoridades fiscais e reguladores financeiros entre as principais questões a serem tratadas. No entanto, ele acrescentou que as vantagens do blockchain são tão importantes para os negócios da empresa, que “quando ele estiver maduro e os reguladores estiverem prontos”, o BBVA quer ter as ferramentas necessárias para aplicar a tecnologia em casos de uso relevantes.