Província de Gyeongbuk, na Coreia do Sul, lança "Comitê Especial" para criar um centro de blockchain

O governo da província sul-coreana de Gyeongbuk lançou um "Comitê Especial Blockchain" com o objetivo de criar um centro de blockchain na região, informou o jornal local Daily News em 14 de novembro.

A província de Gyeongsang do Norte, também conhecida como Gyeongbuk, planeja criar um centro de blockchain, convidando 40 especialistas nacionais e estrangeiros do setor para consultarem o projeto.

Lee Cheol-uoo - ex-membro da Assembléia Nacional da Coréia do Sul e atual governador da província - explicou à mídia local os objetivos do recém-criado comitê de atrair investimentos para negócios relacionados a blockchain na região. Ele também observou:

"Para fomentar a indústria de blockchain, trabalharemos com o comitê especial, composto por especialistas nacionais e internacionais, para responder preventivamente e estabelecer estratégias."

O estabelecimento do Comitê não é o primeiro empreendimento da região em blockchain. Este verão, o governo da província anunciou planos para emitir sua própria criptomoeda local, apelidada de Gyeongbuk Coin, que será supostamente aceita por comerciantes em toda a região.

A Coreia do Sul como um todo recentemente sinalizou um impulso para o desenvolvimento da blockchain. Como a Cointelegraph informou na semana passada, o governo do país decidiu elevar o orçamento federal para o desenvolvimento da tecnologia blockchain no ano de 2019 para aproximadamente US $ 35 milhões, um aumento de três vezes em relação a este ano.