Assembléia Nacional da Coréia do Sul mantém debate sobre regulamentação das Exchanges locais de criptomoedas

 

O órgão representativo da Coréia do Sul, a Assembléia Nacional, realizou um debate de regulação de criptos organizado pelas principais exchanges locais de criptomoedas, informou a mídia de TI ZletNet Korea na segunda-feira, 10 de dezembro.

De acordo com a Financial Leaders, os tópicos do debate foram propostos por sete exchanges de criptomoedas - Bithumb, CobitCoin, Coinone, Upbit, Gopax, Coinplug e Hanbitco.

O debate foi assistido tanto por empresários criptográficos como por políticos, como o membro do Partido Democrata Kim Byung-wook e representantes dos partidos Liberdade Coréia e Bareunmirae, ambos com um número significativo de assentos na Assembléia Nacional. O representante financeiro do país, a Financial Services Commission (FSC), também enviou um representante para a discussão.

ZDNet relata que Lee Seok-wu, CEO da Dunamu - uma subsidiária da Kakao que opera a Upbit - liderou uma discussão que contou com a presença de membros do FSC e do presidente da Gopax, entre outros. A discussão teria focado em práticas de Anti-Lavagem de Dinheiro (Anti-Money Loundry - AML), proteção ao consumidor e Identifique Seu Cliente (Know Your Customer - KYC).

O debate na Assembléia Nacional foi precedido pela decisão do FSC de permitir que os bancos prestassem serviço às cripto-exchage, assim que tivessem garantias adequadas de AML e aplicassem as medidas de KYC.

Ao mesmo tempo, a Coréia do Sul tem uma política rígida contra as ofertas iniciais de moedas (ICOs), emitindo fortes advertências contra elas em 2017. No entanto, a startup local de blockchain, Presto, vai entrar com um apelo constitucional sobre essa política.

De acordo com um relatório recente preparado pela CryptoCompare, a indústria cripto na Coréia do Sul está crescendo consistentemente. Em Novembro, as exchanges cripto na Coreia ultrapassaram os concorrentes malteses devido ao volume médio diário de comércio. Conforme relatório, os principais players coreanos produziram mais de US $ 1,4 bilhão por dia.