Coreia do Sul vai simplificar investimento de blockchain com novas mudanças legislativas

Regulamentadores da Coréia do Sul prometeram introduzir a legislação de investimentos blockchain em uma reunião hoje,13 de julho, o último capítulo de um esforço contínuo para promover a tecnologia nacionalmente

Na 4ª Reunião Ministerial sobre “Crescimento através da Inovação”, presidida pelo vice-ministro de Estratégia e Finanças, Ko Hyoung-kwon, o governo prometeu tornar mais fácil para as empresas blockchain entrarem no mercado.

A fim de promover a criação de empregos e apoiar as tecnologias emergentes, o governo sul-coreano planeja “expandir a redução de impostos para novos investimentos em motores de crescimento e facilitar os requisitos para novos suportes tecnológicos, incluindo o suporte a investimentos em tecnologia blockchain”.

 

O redesenho do apoio a investimentos corporativos vem na mesma semana que Seul desvendou projetos de lei também destinados a desenvolver regras para Ofertas Iniciais de Moedas (ICO) e especificando as obrigações legais de atores como corretoras cripto. .

A Coréia do Sul continuou a moldar seu cenário de criptomoeda ao longo de 2018, depois que a reação no início do ano sobre os regulamentos de criptomoeda do país resultou em protestos públicos e pedidos para ministros se demitirem.

As corretoras em particular, sentiram o impacto da alteração da legislação, sendo necessário, desde janeiro até o dia 15, pagar um imposto de renda local e corporativo de acordo com a política tributária do país, bem como proibição estrita no comércio de entidades anônimas e estrangeiras.