Coreia do Sul no centro do universo Bitcoin à medida que passa a China na negociação de Bitcoin

Após uma grande perturbação no mercado de Bitcoin nas últimas semanas devido às notícias negativas da China, parece que o volume de transações do Bitcoin saiu da China.

Em um movimento que não deve ser surpreendente, a Coreia do Sul ultrapassou a China em volume total de mergociação de Bitcoin hoje, conforme relatado por Joseph Young e Tuur Demeester via Twitter. A publicação no Twitter de Young indica a mudança:

Joseph Young diz: Hoje, a Coreia do Sul ultrapassou a China no volume de negociação de #bitcoin. A Bithumb da Coreia do Sul processa mais volume do que Bitfinex + Bittrex.

A mudança representa um movimento substancial da comunidade Bitcoin para longe da China, onde os reguladores confirmaram que todas as casas de câmbio chinesas serão fechadas em breve.

A mudança para a Coreia do Sul indica uma resposta à legalização do Bitcoin no país nos últimos meses. Uma movimentação geral para longe da China ocorreu no geral, mesmo que o país tenha começado a apertar seu controle sobre o mercado de criptomoedas.

Indicação de flexibilidade

A mudança para a Coréia do Sul é uma simples indicação de que a comunidade Bitcoin é flexível. Como o Bitcoin é uma criptomoeda descentralizada, nenhum governo é capaz de realmente "proibí-lo", muito menos controlá-lo de modo geral. Os países estão começando a perceber que a melhor rota a seguir envolve a moeda.

Enquanto muitos viram as notícias negativas sobre a China como algo ruim para o Bitcoin, a realidade é que esta notícia simplesmente prova o que os criptófilos acreditavam no Bitcoin desde o início. Ele é extremamente flexível e multifacetado.