‘O dinheiro inteligente chegou’ após a primeira rejeição de ETF do Bitcoin, diz analista

O Bitcoin (BTC) alterou suas características de volatilidade quando Cameron e Tyler Winklevoss apresentaram o primeiro fundo negociado em bolsa (ETF) Bitcoin, afirmam novos dados.

Carregado nas redes sociais pelo conhecido estatístico Willy Woo em 1º de novembro, um gráfico da volatilidade do Bitcoin mostra uma nova fase começando em março de 2017.

Woo: “O dinheiro inteligente chegou” após a rejeição aos Winklevoss

Este momento, quando os reguladores dos EUA rejeitaram o pedido de ETF dos Winklevoss, foi um momento decisivo para o Bitcoin.

“Minha tese sempre foi de que a tentativa de ETF dos Winklevoss de 2017 foi a primeira vez na história do Bitcoin que ele foi descrito como um instrumento financeiro em vez de dinheiro para comprar drogas”, resumiu Woo.

Ele adicionou:

“Foi coberto pelo WSJ. Chegou o dinheiro inteligente, a ascensão dos fundos quânticos de cripto.”

Bitcoin volatility before and after the first Bitcoin ETF

Volatilidade do Bitcoin antes e depois do primeiro ETF de Bitcoin. Fonte: Willy Woo, Twitter

Cresce a resiliência do mercado de Bitcoin

De acordo com o gráfico de Woo, a rejeição ao ETF formou a reversão definitiva da menor volatilidade que caracterizava o Bitcoin desde 2012.

Posteriormente, a volatilidade aumentou, embora não na extensão observada durante esse ano. Outras rejeições de ETF também não conseguiram produzir o mesmo impacto nos preços observado em março de 2017.

Como o Cointelegraph relatou, a volatilidade continua sendo um ponto de reflexão para os participantes do mercado que desejam atrair mais novos investimentos para o espaço de criptomoedas.

No início deste ano, Brian Armstrong, CEO da exchange de criptomoedas Coinbase, destacou a necessidade de reduzir o impacto da volatilidade através do uso de instrumentos como as stablecoins.