Banco Silvergate planeja oferecer empréstimos colateralizados em criptomoeda

A holding Silvergate Capital Corporation, que apoia as criptomoedas e controla o banco Silvergate, estuda a possibilidade de oferecer empréstimos garantidos por criptomoedas.

Em um formulário S1/A entregue à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA em 15 de agosto, o banco observa:

“Acreditamos que pode haver oportunidades atraentes para fornecer recursos de empréstimos em moeda digital para aprofundar nossos relacionamentos com clientes de alta qualidade e aumentar ainda mais nossa receita de juros.”

No documento, a empresa afirma que encontrou uma demanda significativa por empréstimos relacionados à criptomoeda. O serviço consistiria no cliente fornecer criptoativos ou dólares americanos como garantia em troca de um crédito significativamente maior.

O banco, então, “estabeleceria um valor agregado de empréstimo conservador para refinar o produto e desenvolveria uma estrutura de risco para minimizar o risco e desenvolver modelos de empréstimos ao longo do tempo”.

A empresa afirmou que pretende oferecer o produto de crédito relacionado a cripto para clientes institucionais ainda este ano. A Silvergate também observa que encontrou um desejo significativo de seus clientes para que seu banco “participasse da custódia e transferência de ativos digitais entre os clientes”.

Owler estima que a receita anual do banco Silvergate seja de US$ 30 milhões.

Como o Cointelegraph informou em março, o Silvergate Bank arrebanhou uma série de novos clientes de criptomoeda, incluindo exchanges de criptomoedas e mineradoras, custodiantes e investidores globais, entre outros, no quarto trimestre de 2018.

Em 2018, os depósitos derivados de clientes com criptomoeda no Silvergate aumentaram em US$ 150,4 milhões, ou cerca de 11,4%.