Voorhees da ShapeShift: Bitcoin não vai se tornar um ativo de 1 trilão de dólares sem passar por mais bolhas

O CEO da plataforma de câmbio de criptomoedas instantânea ShapeShift disse à Bloomberg TV em 15 de maio que as bolhas são parte essencial para o crescimento da indústria cripto.

Em entrevista, Erik Voorhees disse que a volatilidade vista nos mercados de Bitcoin (BTC) e altcoin através dos anos é um fenômeno necessário para um ativo em desenvolvimento.

“Tem de haver bolhas nas criptos, porque elas estão dominando o mundo, e não vão avançar 5% por mês sem fim”, ele disse à rede. E então completou:

“Se elas fizessem isso, as pessoas começariam a comprá-las e transformá-las em uma bolha. ”

Voorhees, cuja empresa atua somente no campo das criptomoedas e não envolve conversão de moeda fiduciária para os usuários, estava falando sobre como o Bitcoin chegou a seu maior preço em um ano.

Como o Cointelegraph noticiou, o lento mercado de búfalo que começou no início de abril ganhou velocidade neste mês, com o BTC/USD avançando até a faixa de US$ 8.000 com ganhos mensais de mais de 60%.

Voorhees não identifica uma razão específica para o otimismo recém-descoberto do mercado, argumentando que a disparada havia ocorrido devido a atividade de negociação individual em massa.

“Não há formas de sair de um ativo que não vale nada até trilhões de dólares sem especulação e volatilidade massivas e bolhas críticas", ele continuou.

A ShapeShift sofreu depois de restrições regulatórias no ano passado, com o Cointelegraph noticiando um aumento de pedidos de restrições legais para a empresa.

O mercado de urso das criptomoedas em 2018 também teve seu papel no desempenho, com a ShapeShift tendo que dispensar 1/3 de sua equipe em janeiro.