Entrevista inédita com representante da SEC revela que órgão pode aprovar ETF do BTC em breve

O exchange-traded fund (ETF) do Bitcoin (BTC) deve ganhar em breve aprovação das autoridades reguladoras dos Estados Unidos, de acordo com um representante. Os comentários foram revelados pelo jornal de política Congressional Quarterly em uma entrevista ainda inédita revelada no Twitter em 5 de fevereiro.

Robert J. Jackson Jr., o único oficial democrata da Comissão de Valores Mobiliários (Securities and Exchange Commission - SEC), disse que apesar da série de rejeições a aplicações de ETF no último ano, essa abordagem pode estar mudando.

“Em algum momento, será que eu acho que alguém irá preencher os padrões já estabelecidos por nós? Espero que sim, e acho que sim”, ele disse à publicação, de acordo com o que já foi revelado da entrevista.

Diversas propostas de ETF foram avaliadas pela SEC em 2018, mas no fim todas receberam negativas ou foram adiadas.

Uma das operadoras, VanEck, engajou-se para estabelecer um diálogo com a SEC, argumentando sobre as preocupações em torno de seu produto. No último mês, o shutdown do governo norte-americano fez com que a aplicação fosse retirada temporariamente, antes de sua reaparição na semana seguinte.

Depois de discutir sobre aplicações antigas, Jackson destacou os esforços dos gêmeos Tyler e Cameron Winklevoss pelo ETF em março de 2017, dizendo que aquilo foi uma demonstração de como as práticas estão se adaptando ao mercado.

Quando a SEC rejeitou a aplicação do ETF dos gêmeos em março daquele ano, os mercados de Bitcoin tiveram uma volatividade considerável, mas este é um fenômeno que desde então foi menos frequente.

“Naquela época tínhamos um cenário em que o risco de manipulação e de prejuízo às pessoas era enorme. Os problemas de liquidez do mercado eram muito sérios", ele completou.

O comissário da SEC nos Estados Unidos Hester M. Peirce também discordou recentemente da segunda desaprovação do ETF do Bitcoin dos Winklevoss em julho de 2018, acrescentando que a SEC havia fundamente cometido um erro com a decisão.

Outras fontes também disseram que é uma questão de quando, e não se, acontecerá a aprovação do ETF nos EUA — entre eles o advogado especialista em criptos Andreas Antonopoulos — mas alguns mantém-se céticos sobre sua utilidade na indústria.