Técnico José Mourinho é novo alvo de golpe cripto envolvendo celebridades portuguesas

O técnico de futebol português José Mourinho é o mais novo alvo de um conhecido esquema de fraude com criptomoedas envolvendo uso indevido de imagem de celebridades de Portugal. A notícia é do portal de fact-checking português Polígrafo.

Segundo o site, um portal falso, supostamente do jornal britânico The Mirror, estaria usando a imagem do ex-treinador de futebol do Real Madrid e do Manchester United para oferecer investimentos em criptomoedas, no que seria uma "conhecida fraude".

A fraude contaria a história de que Mourinho estaria voltando a Portugal "para participar em um novo projeto", que consistiria em "dar a oportunidade a gente comum de fazer tinheiro com a [sic] Bitcoin, mesmo que não tenham qualquer experiência em investimentos ou tecnologia".

A empresa em questão seria a Bitcoin Wealth, que teria sido apresentada em um programa da TV portuguesa pelo famoso treinador como "a única coisa que importa agora [...], tirar dinheiro dos mais ricos do mundo e redistribuir o mesmo dinheiro pela classe trabalhadora portuguesa].

Segundo o Polígrafo, José Mourinho nunca esteve no programa de TV, chamado "Você na TV". O artigo teria sido compartilhado "profusamente" no Facebook, levando usuários a denunciá-lo como potencialmente falso.

Além de Mourinho, outros nomes de famosos portugueses como Pedro Lima, Carlos Areias, Bruno de Carvalho e até mesmo o presidente do país, Marcelo Rebelo de Sousa, já foram alvos do mesmo golpe, que é aplicado através de conteúdo patrocinado nas redes sociais.

O texto do Polígrafo confirma que a oferta é falsa, completando dizendo que "as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas".

Conforme o Cointelegraph publicou no início de agosto, o bilionário português Alexandre Soares dos Santos também foi alvo de fraude parecida.