Santander acerta acordo de US$700 milhões para usar tecnologia IBM, incluindo blockchain

Um dos maiores bancos da Europa, o Banco Santander, e a gigante de tecnologia IBM anunciaram um acordo para acelerar o desenvolvimento de tecnologias bancárias para o banco como a blockchain. A notícia veio a público em press release publicado em 13 de fevereiro.

O acordo de tecnologia global tem prazo de cinco anos e prevê o aprimoramento dos serviços da instituição financeira usando tecnologias emergentes — como blockchain, inteligência artificial e big data — proporcionados pela IBM.

O acordo entre a IBM e o maior grupo de financiamento e de crédito da Espanha é avaliado em aproximadamente US$700 milhões. A iniciativa busca reduzir os custos bancários anuais em TI e "preparar o Grupo Santander para se desenvolver em um ambiente de TI aberto, flexível e moderno”, diz o comunicado de imprensa.

David Soto, Gerente Geral da IBM para o Grupo Santander, foi citado no release, dizendo:

"O Grupo Santander irá aproveitar a tecnologia IBM para apoiar o trabalho de segurança e regulação, e para desenvolver dapidamente novos serviços que atendam às demandas dos consumidores emergentes através da expertise única da IBM em tecnologia e indústria".

Como a Cointelegraph publicou na metade do ano passado, o Banco Santander criou uma equipe de pesquisa de blockchain, chamado “Digital Investment Banking”, para explorar o potencial da tecnologia blockchain para mudar a negociação de títulos e outros instrumentos financeiros.

Finalmente, como a Cointelegraph escreveu nesta semana, a IBM firmou parceria recente com a companhia farmacêutica Boehringer Ingelheim para implantar blockchain em registros clínicos.