Advogados russos propõem ação legal para recuperar 200.000 BTC perdidos pela Mt. Gox

O escritório de advocacia russo Zheleznikov and Partners propôs uma ação legal na Rússia que deveria permitir que seus advogados recuperassem até 200.000 Bitcoin (BTC) perdidos no fiasco da Mt. Gox.

Recuperando perdas em nome das vítimas da Mt. Gox

Em 12 de setembro, em uma sessão de Q&A com Andy Pag, ex-jornalista da BBC, o escritório de advocacia de Moscou apresentou sua proposta de recuperar cerca de US$ 2 bilhões em BTC em nome das vítimas do hack da agora extinta exchange Mt. Gox, que de acordo com seus advogados tem a promessa de fazer ressarcir por completo suas vítimas.

Os advogados da Zheleznikov and Partners acreditam que, graças à estreita cooperação com as forças policiais, eles podem recuperar até 200.000 BTC, tomando medidas legais contra cidadãos russos que receberam o dinheiro roubado. A equipe jurídica russa apontou que alguns desses indivíduos já foram identificados, mas acrescentou:

“Queremos deixar claro que ainda não sabemos as identidades de todas as pessoas. Temos fortes razões para acreditar que suas identidades serão reveladas pela investigação policial, reunindo as informações existentes, mas esperamos que, assim que o caso criminal começar, ele deve avançar rapidamente e oferecer-se para compensar as vítimas. ”

O escritório de advocacia cobrará dos credores até 75% por cento do valor recuperado

Essa recuperação proposta das moedas roubadas do BTC não sairá barata, pois o escritório de advocacia deseja cobrar dos credores até 75% da quantia recuperada. A equipe jurídica russa acrescenta que a empresa só aceitará pagamentos em caso de recuperação bem-sucedida.

A confusão da Mt. Gox

O Cointelegraph informou anteriormente que a Mt. Gox entrou para a história do Bitcoin como a infame exchange de criptomoedas que se envolveu uma nuvem de confusão e raiva. Em fevereiro de 2014, a exchange começou a capitular lentamente, terminando com o pedido de falência da empresa. A Mt. Gox afirmou na época que quase 750.000 dos Bitcoins de seus clientes, bem como 100.000 de seus próprios Bitcoins, foram roubados. A perda total constituiu cerca de 7% de todos os Bitcoins disponíveis, no valor de cerca de US$ 473 milhões na época.