Governo russo avança planos de testar sistemas de votação local baseados em tecnologia Blockchain

O governo da Rússia anunciou que está avançando seus planos para realizar um teste piloto sobre a eficácia da tecnologia Blockchain na melhoria dos sistemas de votação local no país. O governo alegou ainda que a tecnologia tornará o seu programa Активный Гражданин (Cidadão Ativo) em curso mais transparente.

Em sua declaração pública divulgada em 4 de dezembro de 2017, o governo disse que já desenvolveu um sistema piloto para monitoramento de votos durante as eleições através do Blockchain.

Parte da declaração diz:

"A introdução desta tecnologia tornará ainda mais aberta a votação na iniciativa [Cidadão Ativo]: será difícil dizer que a administração interpreta incorretamente as respostas, muda os resultados da votação quando os próprios cidadãos podem verificar essa informação".

Além disso, o governo também criou o código por trás do programa piloto de código aberto, publicando-o no serviço de hospedagem de repositório de controle baseado na Web GitHub.

Esforços anteriores do governo na tecnologia Blockchain

Em 2016, autoridades russas anunciaram que estavam avaliando o possível uso de uma tecnologia para diminuir ou eliminar o risco de fraude durante a votação sobre problemas de gestão da cidade.

Eles alegaram que o projeto potencial seria uma parte do programa de governo eletrônico "Cidadão Ativo" do governo. A iniciativa abrange várias áreas nas quais o Blockchain está sendo explorado, incluindo o novo sistema de registro de terras do governo.

O setor privado mostrou interesse em Blockchain

Apesar das incertezas sobre se será bem-sucedido e implementado na vida real, o programa piloto anunciado atraiu o interesse do setor privado. Entre as partes está o depósito central de valores mobiliários do país, que já testou um sistema de votação por procuração baseado no Blockchain em 2016.

Sob o sistema, os acionistas podem emitir votos de procuração em decisões corporativas.