Gigante russa de gás, Gazprom vai usar blockchain em seus contratos de fornecimento

O primeiro-ministro russo saudou a iniciativa de usar blockchain em acordos de fornecimento de gás pela estatal Gazprom, informou o portal de notícias financeiras local Vestifinance nesta quinta-feira, 4 de abril. 

O chefe da gigante de gás estatal russa Gazprom, Alexey Miller, se reuniu com o primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, para informar sobre o desenvolvimento de aplicações baseadas na tecnologia de registro distribuído (DLT).

De acordo com Miller, a Gazprom realizou trabalhos substanciais com o banco estatal russo Gazprombank e desenvolveu um modelo protótipo que permitirá que os contratos sejam feitos automaticamente usando a tecnologia blockchain. A plataforma pretende permitir o compartilhamento de dados entre todos os participantes de um determinado contrato, bem como melhorar a segurança dos dados, explicou Miller.

Na fase inicial, o projeto será testado apenas por clientes industriais, observou Miller.

De acordo com o relatório, Medvedev endossou o projeto, alegando que a tecnologia blockchain tem grandes perspectivas na indústria russa, bem como na atividade de empresas como a Gazprom.

Medvedev também destacou que a nova iniciativa é importante, pois representa um caso de uso real da implementação da blockchain, afirmando que embora a tecnologia esteja em alta, muitas vezes não é realmente compreendida.

No início de fevereiro, a Gazprom Neft, subsidiária de petróleo da Gazprom, testou a implementação da tecnologia blockchain na cadeia de suprimentos de recursos logísticos.

E no final de 2018, a Gazprom Neft fez uma parceria com uma subsidiária russa do Raiffeisen Bank International para emitir uma garantia bancária via blockchain.