Rússia vai apresentar regulamentos especiais de cripto para "offshores russas"

O novo conjunto de medidas em relação ao desenvolvimento de “offshores russas” afetará os ativos digitais, informou a agência russa de notícias TASS em 1º de março.

O Ministério do Desenvolvimento Econômico da Rússia está trabalhando no terceiro conjunto de medidas para o desenvolvimento das chamadas “offshores russas” - lugares onde as empresas podem legitimamente ficar isentas do pagamento de impostos ou seguir regulamentações mais brandas - que incluirão um regulação especial de ativos e transporte.

O vice-ministro do Desenvolvimento Econômico da Rússia, Ilya Torosov, teria dito à TASS que a regulamentação especial dos ativos digitais também engloba as criptomoedas. “Está claro que isso é criptomoeda, mas por enquanto estamos falando de maneira mais geral. No que diz respeito ao calendário para a implementação do terceiro conjunto de medidas, não estou pronto para fornecer uma resposta neste momento”, acrescentou Torosov.

No final de fevereiro, o presidente russo Vladimir Putin ordenou que o governo implementasse uma regulamentação relacionada à cripto até 1º de julho de 2019. As instruções exigem que a legislação inclua uma estrutura regulatória para os ativos financeiros digitais e atraia maiores recursos financeiros baseados em tecnologias digitais.

A Duma russa planeja rever e adotar novos regulamentos de criptomoeda em março, enquanto o ex-ministro da Energia Igor Yusufov também está propondo uma criptomoeda apoiada pelo petróleo. Yusufov teria dito que a introdução de um sistema de cripto no mercado de energia poderia reduzir os custos associados ao uso de moedas sem lastro e às flutuações de suas taxas de câmbio.

Enquanto isso, o ministro da Justiça da Rússia, Alexander Konovalov, afirmou que é muito cedo para formalizar a legislação relacionada à cripto. Tanto a constituição quanto a atual legislação do sistema financeiro na Rússia “proíbem categoricamente” o uso de criptomoedas como meio de pagamento, argumentou Konovalov.