Robinhood levanta US$ 323 milhões em rodada de financiamento liderada pela DST Global

A plataforma de negociação com opções em criptomoedas Robinhood levantou US$ 323 milhões em uma rodada de financiamento recente. A Robinhood comunicou o feito em um anúncio oficial em 22 de julho.

Segundo o anúncio, a empresa de investimentos DST Global liderou uma rodada de financiamento de Série E, que incluía Ribbit Capital, NEA, Sequoia, e Thrive Capital como outros membros contribuintes. 

Além disso, o anúncio especifica que a rodada de financiamento leva a Robinhood a uma avaliação de mercado de US$ 7,6 bilhões.

O anúncio de hoje diz que a Robinhood planejava levantar mais de US$ 200 milhões para definir a avaliação pós-financiamento da empresa entre US$ 7 bilhões e US$ 8 bilhões.

Segundo o website da Robinhood, a empresa oferece atualmente opções de negociação para moedas cripto, ações, opções e fundos negociados em bolsa.

Uma matéria da CNBC descreve a Robinhood como uma empresa de seis anos com base de usuários predominantemente da geração millenial. A empresa aparentemente cresceu significativamente no ano passado, com sua base de usuários crescendo de 4 para 6 milhões da metade para o final de 2018.

A Robinhood estaria também cooperando com a Jump Trading LCC, empresa de negociação baseada em Chicago, para realizar suas operações cripto, segundo uma fonte anônima da Bloomberg. Ambas as empresas teriam se recusado a comentar sobre a suposta parceria. No entanto, o site da Robinhood, assim como um comentário de um representante da empresa, confirmam que seu aplicativo de negociação realmente terceiriza suas execuções de ordens de mercado para terceiros.

A subsidiária da Robinhood, a Robinhood Crypto, obteve em maio uma BitLicense para negociação em Nova York. A BitLicense é uma licença específica de Nova York, necessária para negociar no estado, e é supervisionada pelo Departamento de Serviços Financeiros do Estado de Nova York.