Vendas de XRP da Ripple caem 73% no terceiro trimestre em comparação ao trimestre anterior

A rede de pagamentos Blockchain Ripple anunciou que vendeu US$ 66,24 milhões em XRP no terceiro trimestre de 2019 - uma queda de impressionantes 73,66% em comparação com o valor recorde de venda de US$ 251,51 milhões no trimestre anterior.

De acordo com o relatório do terceiro trimestre divulgado em 18 de outubro, a Ripple havia anunciado anteriormente o plano de vender tokens XRP mais lentamente no terceiro trimestre.

Taxa de venda de XRP da Ripple é mais baixa que a inflação do ETH

A Ripple também afirmou que "a taxa de distribuição de XRP desde o início do trimestre foi menor em comparação com as taxas de inflação de ETH e LTC e semelhante a do BTC".

A empresa também abordou as alegações de que está despejando XRP no mercado (dumping) e manipulando seu preço, alegando que uma parte significativa dessas idéias foi espalhada por bots no Twitter.

A acusação de dumping costumava apontar grandes movimentos do XRP como prova, mas esses "eram de fato transferências entre as contas da Ripple em tesouraria e de administração de custódia." Essas transações não têm impacto direto no mercado, uma vez que não lhe introduzem novas moedas, afirma o relatório.

Bots no Twitter espalham FUD

Além disso, a Ripple também afirmou que - de acordo com uma ferramenta desenvolvida pela Universidade de Indiana - os robôs são responsáveis ​​por "49% da parte da conversa sobre o BTC, 71% sobre o ETH e 50% sobre o XRP", acrescentando que este trimestre também testemunhou um aumento da atividade relacionada ao XRP entre os bots do Twitter.

Como o Cointelegraph relatou recentemente, a Finastra - terceira maior empresa de tecnologia de serviços financeiros do mundo e que tem sede em Londres - fez parceria com a Ripple para conceder a seus clientes acesso à rede blockchain da RippleNet.