Xpring da Ripple repassa US$ 265 mil em XRP para a plataforma de conteúdo Coil

A Xpring, iniciativa de adoção de XRP e desenvolvimento de infraestruturas da Ripple, anunciou que repassou 1 bilhão de XRP (quase US$ 265 milhões) para a plataforma de monetização online Coil em 15 de agosto.

A Coil deve usar os fundos para criar um ecossistema de criadores, desenvolvedores, empresas e organizações sem fins lucrativos que usam o XRP por meio de um padrão aberto de monetização da web.

Criadores com controle sobre distribuição e monetização

A Coil é uma plataforma que fornece um método alternativo para os criadores monetizarem seu conteúdo na Internet. Os usuários podem postar conteúdo público e exclusivo na plataforma, que é automaticamente habilitada para transmitir os pagamentos. Como alternativa, os criadores de conteúdo podem gerar receita com seus próprios sites adicionando uma tag simples. O CEO da Coil, Stefan Thomas, comentou:

"Os criadores querem mais opções e controle sobre como seu conteúdo é monetizado e distribuído. [...] A monetização na Web oferece uma solução mais justa, aberta e inclusiva para criadores e fãs em todo o mundo".

Partes interconectadas

Conforme os fãs inscritos aproveitam o conteúdo, a Coil usa uma API aberta chamada Web Monetization para transmitir micropagamentos para criadores em tempo real. 

A Web Monetization é construída sob o protocolo Interledger, cocriado pelo CEO da Coil, Stefan Thomas. Thomas também é o ex-CTO da Ripple. A Xpring da Ripple também participou da rodada de financiamento de US$ 4 milhões da Coil. Ethan Beard, vice-presidente sênior da Xpring, disse:

"Os modelos de assinatura de publicidade e de site-por-site estão prontos para uma revolução [...] As transações rápidas e de baixo custo do XRP fazem dele uma ferramenta ideal para a Coil oferecer um método de monetização alternativo, com um impacto positivo nos criadores."

Se Peter Brandt estiver correto, então a Coil deve começar a trabalhar com o XRP imediatamente. O trader veterano acredita que a moeda poderia perder mais 20%, acusando sua emissora e maior proprietária, a Ripple, de manipulação nos preços do XRP.

A Ripple também estaria se preparando para se defender junto à Securities and Exchange Commission (SEC). A empresa está sendo processada por um investidor, que alega que a empresa teria vendido títulos não registrados.