Relatório: CBOE lançará negociação de futuros de Ethereum ainda este ano

A CBOE Global Markets, dona da Chicago Board Options Exchange (CBOE) e uma das maiores holdings de câmbio do mundo, quer lançar futuros para o Ethereum (ETH), informou a Business Insider em 30 de agosto.

Fontes familiarizadas com a situação disseram à Business Insider que a CBOE Global Markets está planejando lançar os futuros de ETH até o final de 2018. A CBOE baseará seus futuros de ETH no mercado subjacente da Gemini; a operadora também baseou seus futuros de Bitcoin (BTC) na casa de câmbio cripto sediada em Nova York e administrada pelos gêmeos Winklevoss.

A CBOE lançou o mercado futuro de BTC em dezembro do ano passado. Os futuros representam um acordo para comprar e vender um ativo em uma data futura específica a um preço específico, e permitem que os investidores especulem sobre o preço do BTC sem realmente ter que possuir o BTC. Futuros de BTC não são apenas para ativos físicos, eles podem ser negociados em ativos financeiros também.

Uma pessoa familiarizada com o assunto disse à Business Insider que a bolsa de futuros e opções está aguardando a Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) dar o sinal verde ao projeto para o lançamento oficial.

Outro importante regulador financeiro dos EUA, a Comissão de Valores Mobiliários (SEC), disse em junho que o Ethereum não era um título. O presidente da CBOE Global Markets, Chris Concannon, disse: “Este anúncio remove um importante obstáculo para os futuros de Ether, caso que consideramos desde que lançamos os primeiros futuros de Bitcoin em dezembro de 2017”.

No mês passado, a Chicago Mercantile Exchange (CME) divulgou um relatório sobre o volume médio diário de futuros de BTC, dizendo que aumentou 93% no segundo trimestre em relação ao primeiro trimestre de 2018. A CME também afirmou que a taxa de juros em aberto ou o número de contratos abertos em futuros de BTC ultrapassou 2.400, o que representou um aumento de 58% no primeiro trimestre.

A CME lançou a negociação de futuros BTC em 17 de dezembro, após o lançamento de futuros BTC pela CBOE. Mais tarde, em julho, o CEO da CME, Terry Duffy, disse que a empresa não apresentará futuros em criptomoedas além do Bitcoin (BTC) em um futuro próximo, citando sua volatilidade como a principal razão.