Usuários da QuadrigaCX exigem detalhes sobre como a EY sumiu com 103 Bitcoins

Usuários da agora extinta exchange cripto canadense QuadrigaCX estão solicitando mais informações sobre a recente perda de 103 Bitcoins (BTC) durante a recuperação dos fundos.

Uma perda infeliz

Como o Cointelegraph inforomou em fevereiro, uma das quatro grandes empresas de contabilidade, a EY (anteriormente conhecida como Ernst & Young), foi nomeada pela QuadrigaCX como um terceiro independente para monitorar os procedimentos em um caso de proteção ao credor.

A EY anunciou na época que a “Quadriga inadvertidamente transferiu 103 Bitcoins avaliados em aproximadamente US$ 468.675 para carteiras frias da Quadriga, que a empresa não tem acesso no momento.” Atualmente, as moedas valeriam US$ 1 milhão.

A Coindesk informou em 16 de agosto que - seis meses após o incidente - o auditor ainda não deu nenhuma informação esclarecedora sobre como ocorreu o desaparecimento.

De acordo com o artigo, todas as informações divulgadas vieram do relatório divulgado pela EY em fevereiro, no qual a empresa declara que a perda foi causada por um erro de configuração de plataforma. Ali Mousavi, credor da QuadrigaCX, disse à fonte de notícias:

“Isso parece uma grande negligência para conosco e muitos de nós queremos responsabilizar a EY pelo que aconteceu. [...] Em vez de nos dar os detalhes, eles [firmaram] um acordo com [o escritório de advocacia Miller Thomson] para manter os detalhes confidenciais e estão tornando mais difícil para nós responsabilizarmos a EY.”

Os credores querem uma firma legal diferente

O credor Xitong Zou também disse que a “EY não parece querer explicar o que aconteceu quando isso é o mínimo que eles deveriam fazer”, já que “no final das contas, era o nosso dinheiro”. Ele também afirma:

“Muitas pessoas querem que ele [Miller Thomson] seja substituído. [...] Embora eu não ache que isso vai acontecer.

A EY teria recuperado cerca de US$ 25 milhões, com um juiz concedendo US$ 1,6 milhão em taxas e custos para todas as empresas envolvidas no caso. O auditor também pretende levantar mais US$ 9 milhões com a venda de ativos do CEO da exchange.

Como o Cointelegraph relatou em um artigo de acompanhamento dedicado, a comunidade de cripto recentemente discutiu ativamente o destino do fundador da QuadrigaCX, Gerald Cotten, de 30 anos, que teria morrido na Índia devido a uma doença fatal em dezembro de 2018.