Pundi X lança primeiro telefone 'totalmente blockchain' do mundo

A empresa de rede de vendas de criptomoedas off-line descentralizada Pundi X apresentou seu smartphone blockchain Blok on Blok (BOB) na feira IFA em Berlim, informou o portal de notícias CIOL focado em TI em 10 de setembro.

A Pundi X alega que o BOB é o primeiro smartphone em que todos os dados serão executados no ecossistema blockchain da Função X - a blockchain da empresa.

Um ecossistema descentralizado para proteção da privacidade

Como consequência, nenhum provedor de serviços centralizado poderá acessar os dados dos usuários. O cofundador e CEO da Pundi X, Zac Cheah, comentou sobre o desdobramento:

"O BOB representa um grande avanço em nossa missão de criar uma Internet Blockchain, uma rede totalmente descentralizada, onde todos os dados compartilhados estão sob o controle do proprietário".

Os usuários também poderão alternar o dispositivo entre o modo blockchain e o modo Android. No modo Android, o dispositivo funciona como um dispositivo móvel tradicional baseado em Android.

No modo blockchain, por outro lado, o dispositivo roda no sistema operacional f(x) de código aberto da empresa. Esse sistema operacional supostamente descentraliza todos os processos do dispositivo, dando aos usuários controle sobre seus dados. Cheah prometeu:

“O BOB dá uma prévia de um mundo movido inteiramente pela tecnologia blockchain, onde todos têm controle sobre seus próprios dados e tudo é executado com as expectativas de imutabilidade e transparência.”

Um design inovador

Além disso, o smartphone também apresenta um design modular que lembra o computador de mão cancelado do Project Ara do Google. Esse sistema permite que os usuários alternem e atualizem os componentes físicos do dispositivo.

A Pundi X está lançando uma campanha de crowdfunding no Kickstarter, colocando o telefone a US$ 599 com apenas 5.000 dispositivos planejados para serem vendidos no primeiro lote.

Não é o primeiro smartphone blockchain

O BOB não é a primeira tentativa de criar um telefone para permitir um acesso mais amigável à tecnologia blockchain e de criptomoedas.

Como o Cointelegraph relatou no início desta semana, a gigante eletrônica sul-coreana LG está trabalhando com desenvolvedores de blockchain para lançar um rival ao smartphone blockchain Klaytn da Samsung.

Também no início desta semana, foi relatado que o Finney - o suposto primeiro smartphone habilitado para blockchain do mundo lançado no ano passado - estará disponível em breve para compra em Bangladesh.

Por fim, a gigante de eletrônicos de consumo de Taiwan HTC também revelou planos para lançar um modelo de segunda geração de seu smartphone centrado em blockchain antes do final de 2019. Em março, a empresa também anunciou que planeja incluir recursos de node completo do Bitcoin em um smartphone.