Iniciativa de Porto Alegre é a única selecionada da América Latina para projeto que visa lançamento de nova criptomoeda

Iniciativa da cidade de Porto Alegre foi selecionada para fazer parte do projeto “100 Cidades Resilientes”, desenvolvido em parceria com a Colu Technologies, de Israel, anunciou a prefeitura da cidade gaúcha nesta segunda-feira, 11 de março. Trata-se da única iniciativa latino-americana que conseguiu ser aprovada.  

Idealizado pela empresa israelense Colu Technologies, o projeto “100 Cidades Resilientes” abriu edital em busca de cidades com iniciativas para criptomoedas locais. Porto Alegre foi selecionada com um projeto inscrito pela Secretaria Municipal de Relações Institucionais e Articulação Política (SMRI).

De acordo com o comunicado, de toda a rede das 100 Cidades Resilientes, cinco foram selecionadas para a próxima etapa: Porto Alegre, Belfast (Irlanda do Norte), Adis Abeba (Etiópia), Cidade do Cabo (África do Sul) e Milão (Itália). Dessas cinco, duas serão escolhidas para desenvolver um projeto piloto durante seis meses.

A escolha dos projetos acontecerá nesta semana, entre 14 e 15 de março, em Tel Aviv, Israel. Representante do munícipio brasileiro, a Deputy Chief of Resilience Officer da (SMRI), Marcela Fernanda de Almeida Ávila, acrescenta no comunicado:

“Essa moeda valoriza os empresários que tiveram coragem de empreender na região. Além disso, fará com que o dinheiro permaneça lá, estimulando a criação de uma identidade comunitária para os moradores desses bairros."

O projeto 100 Cidades Resilientes foi criado pela Fundação Rockefeller em 2013 com o objetivo de ajudar 100 cidades a se transformarem e serem mais resilientes no que tange aos desafios socioeconômicos e de infraestrutura para um planejamento sustentável.